Fechar
Polêmica

Erika Schneider se defende após ser acusada de ‘roubar’ blazer de Dayane Mello

Ex-bailarina do Faustão virou alvo dos fãs da modelo após participação em “A Fazenda 13”

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

Acusada de pegar o blazer de Dayane Mello e não devolver, Erika Schneider viu seu nome figurar entre os assuntos mais comentados do país nesta quarta-feira (27). Fãs da modelo internacional, participante de “A Fazenda 13”, pedem através da hashtag “Devolve o Blazer”, para que a ex-bailarina do Faustão entregue a peça avaliada em R$ 19 mil da grife Dolce & Gabbana.

Ao EM OFF, Schneider negou que tenha levado o blazer para São Paulo após sua eliminação do reality show da Record TV, no último dia 8 de outubro. A digital influencer disse que devolveu a peça antes mesmo da edição ao vivo em que perdeu a chance de faturar o prêmio de R$ 1,5 milhão, em roça contra a amiga Dayane e o cantor sertanejo Tiago Piquilo.

Em formação da Roça exibida no último dia 12, dias após eliminação da bailarina, Dayane Mello usou o blazer grifado apontado por fãs na polêmica do momento. Confinada na sede do programa, localizada em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, a modelo não foi informada sobre as acusações que pesam contra a ex-aliada de jogo. Sua equipe também não se pronunciou.

Na noite desta terça-feira (26), Erika Schneider participou do programa “A Fazenda News”, exibido pela Record News. A bailarina analisou o jogo da modelo e afirmou que a mesma sempre quis se destacar dos demais participantes em “A Fazenda 13”. Além disso, a famosa disse acreditar que Rico seja uma ameaça para a ex-Grande Fratello VIP, versão italiana do “Big Brother Brasil”.

Continua após a publicidade

“A Day no jogo, sempre quer dar um jeito de ser a protagonista. De sempre ser o alvo da galera, de sempre ser votada, de estar movimentando. Ela vê que o Rico está tomando esse papel, então ela aproveitou a deixa para isso. Dias atrás ela disse que iria se afastar dele, então essa briga foi o pretexto real para isso”, descreveu ela.

Enquanto esteve no reality show, Erika Schneider acusou Bil Araújo, Erasmo Viana e Mussunzinho de terem comportamento machista após se tornar fazendeira. A bailarina disse que o fato de ser mulher teria provocado revolta nos peões. “Quando eu estava lá distribuindo as tarefas, ninguém olhava no meu olho, ninguém me respondeu. Não me senti ouvida como mulher”, afirmou ela.

Na “Cabine de Descompressão”, ela também criticou Tati Quebra Barraco e alfinetou que Jojo Todynho seria melhor. No confinamento apresentado por Adriane Galistei, a famosa travou discussões com a funkeira e virou alvo de votos coletivo em formação da Roça que ocorreu no último (6). Ela, no entanto, não conseguiu desbancar Rico Melquíades na Prova do Fazendeiro e foi direto para a votação popular.

“A Jojo Todynho é carismática, autêntica, e a Tati só come e dorme”, disparou a bailarina. Logo em seguida, a famosa explicação sua declaração. “Ela se acha muito forte e realmente ela é muito forte, não é à toa que o grupão me tirou da Fazenda. Não estou tirando o mérito dela, ela tem o carisma dela como cantora, não é à toa que ela tem 20 anos de carreira. Aqui na Fazenda faltou”, finalizou Erika Schneider.

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff