Fechar
NA INTERNET

BBB21: Gil é alvo de ataques homofóbicos após formação do paredão

Diversas publicações usaram os termos pejorativos "viado" e "viadinho" para atacar a sexualidade do brother

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

Depois de se salvar no paredão desta terça-feira (20), o economista Gilberto deu a volta por cima e conquistou a liderança no BBB21. Enquanto parte do público e da casa esperava que o brother indicasse Viih Tube à berlinda, Gil surpreendeu e votou na cantora Pocah, que compete no voto popular ao lado de Arthur e João Luiz.

Uma parte do público que queria a youtuber no paredão não ficou feliz com a decisão do economista de “salvar” a sister. Logo após a indicação de Pocah e da votação no confessionário, uma série de ofensas à Gilberto foram postadas nas redes sociais, criticando não apenas a sua visão de jogo, mas também sua orientação sexual.

Termos pejorativos como “viado” “viadinho” foram utilizados para atacar o participante. Durante toda essa quarta-feira, a frase “Gil Merece Respeito” apareceu como um dos termos mais utilizados no Twitter, figurando nos trendings topics (os assuntos mais comentados) da plataforma. Ao todo, mais de 30 mil postagens em defesa do economista utilizaram a tag.

Depois da edição de ontem, os ataques homofóbicos à Gil se intensificaram muito“, lamentou a conta oficial do brother no Twitter. “É lamentável e totalmente desprezível atitudes como essas, por não atender uma expectativa. É compreensível a frustração, mas destilar ódio caminha por um lugar diferente“, apontou a postagem.

Perfis de fãs dedicados à Gilberto lembraram que homofobia é crime no Brasil. “Vocês não gostarem do jogo do Gil é totalmente aceitável, mas xingar ele por coisas que não tem nada a ver com o jogo, como exemplo a sexualidade dele, é INACEITÁVEL! Gilberto sempre agiu com o coração e continuará agindo“.

Não é apenas fora da casa que polêmicas envolvendo homofobia acontecem. Durante o programa, o eliminado Rodolffo caçoou da roupa de Fiuk, dizendo que a camiseta dele parecia uma saia e que ele não poderia se vestir assim em uma festa em Goiás. A frase do sertanejo foi vista como homofóbica por parte dos espectadores.