Fechar
Reality Show

BBB22: Bárbara reage às acusações de racismo e cai em prantos

Em entrevista com Rafa Kalimann, a modelo desabafou sobre as acusações de racismo e não conseguiu conter a emoção

Lucas CardosoRepórter do EM OFF

Na noite desta terça-feira (15), ocorreu a quarta eliminação da 22ª edição do Big Brother Brasil. Com Arthur Aguiar, Natália Deodato e Bárbara Heck disputando a preferência do público, a modelo acabou levando a pior e foi eliminada com 86% dos votos. Seguindo a agenda pós-BBB, Bárbara comentou um pouco mais sobre sua passagem pelo reality global no Rede BBB.

Entrevistada por Rafa Kalimann, a modelo reagiu sobre as acusações de racismo, pauta que deixou a modelo e suas colegas de confinamento, de cabelo em pé, após Gustavo afirmar, ainda na Casa de Vidro, que elas estavam sendo canceladas fora do programa. Emocionada, Bárbara afirmou que jamais seria conivente com esses tipos de brincadeira.

“Gente, pelo amor de Deus… Eu fiquei chocada quando ele me trouxe essa informação. Eu fiquei apavorada. Até fico nervosa, porque se tem uma coisa que eu não sou é cruel, racista, preconceituosa. E pensar que pensaram isso de mim, que eu seria capaz disso, me deixa muito chateada e muito assustada também.”

“Até a forma que ele me trouxe isso [Gustavo], não achei legal. Ele veio afirmando como se isso tivesse realmente acontecido e não foi. Todo mundo sabe, ainda mais quando estou de salto, que eu corro meio assim [desengonçada]. Bom, não tenho nem o que falar, só que não aconteceu e não aconteceria, e se eu visse também, jamais seria conivente com qualquer ato ou brincadeira de mau gosto.”

Continua após a publicidade

Combinação errada no paredão

Bárbara Heck entrou como uma das favoritas no reality global. Junto de sua aliada, Laís Caldas, a modelo venceu a primeira prova de resistência da edição. Esperta e estrategista, Bárbara perdeu parte de seu favoritismo após se aliar a Jade Picon, e acabou caindo no paredão com pessoas erradas. O apresentador Tadeu Schmidt deixou isso bem claro durante o seu discurso. Confira:

“Eu estava preparado para dizer que hoje seríamos 18, mas hoje seremos 17 jogadores outra vez. Aqui estão três personagens que se entregaram no BBB, que não se escondem, que falam o que pensam, que se posicionam no jogo. Como vieram parar no paredão?

O Arthur declarou que se sente sozinho, tentou com todas as forças uma aliança e não conseguiu. Por duas semanas seguidas é o alvo da líder, a dona do maior poder. Natália é o alvo preferido da casa. É quem recebeu mais votos, foi para todos os paredões possíveis, só não foi quando recebeu por sorte uma imunidade. Bárbara não é o alvo preferencial de quase ninguém, recebeu só um voto em quatro paredões, teve uma discussãozinha aqui e outra ali, transita bem na casa toda.

No entanto, os três acabaram no paredão para correr o mesmo risco. Estar no paredão é muito arriscado e por isso o Arthur fez de tudo para fugir dele, mas não conseguiu. Alguma coisa ele precisa ajudar… A Natália ainda não descobriu a melhor maneira para evitar esse sufoco todo. A Bárbara fez alianças poderosas, não teve crise com ninguém, mas por uma conjunção de fatores e escolhas dos outros, acabou indo para o paredão da mesma forma.

E aí, quem jogou mal? Quem merece sair? E quem continuar no programa é porque tá forte? Pode ir para o paredão que volta? Gente, caiu no paredão, tudo pode acontecer. Em algum momento, a combinação das pessoas pode ser desfavorável para você. E isso pode acontecer em qualquer momento, até no primeiro paredão.

Quem sai hoje é você, Bárbara.”