VAI CAIR DO CAVALO

BBB22: Crente na eliminação de Arthur Aguiar, Jade Picon debocha do ator

Em tom de deboche, Jade disse que iria perguntar para Arthur se ele queria que cantasse após sua eliminação

Hanna Haika
Repórter

A indicação de Arthur Aguiar pela líder da semana, Jade Picon continua rendendo dentro e fora da casa mais vigiada do Brasil. Em uma conversa nesta manhã de segunda-feira (07), com Bárbara, Laís, Eliezer e Vinicius, a influenciadora questionou se teria o poder do veto mesmo após as consequências da prova do líder, na última quinta-feira.”Eu vou adorar vetar também. Não ‘adorar’ vetar, mas é interessante para mim vetar pessoas que possam me colocar no paredão direto”, disse.

Vyni alertou sobre a possibilidade de sua indicação voltar na terça-feira. “Sobretudo alguém que você indicou e vai voltar“, disse Vyni. “Tipo o Arthur“, completou Eliezer. A jovem discordou dos dois e disse que Arthur Aguiar não voltaria, na opinião dela. A pipoca Bárbara Heck a questionou sobre quem ela vetaria na prova, caso fosse solicitado. 

A influencer respondeu que vetaria sua indicação ao paredão, Arthur Aguiar. “Eu vetaria o Arthur, se ele voltar, por motivos óbvios. Aí depende como eu tiver e se eu tiver com algum BO na semana, mas o Lucas eu vetaria, a Naiara… É alguém que pode, sim, me colocar”, argumentou. “Acho que entre Naiara e Natália, a Natália é mais perigosa”, alertou Eliezer. “De me colocar?“, perguntou Jade. O designer afirmou que sim e que desconfia do carater de Natália. “Acho que sim. Você não pode confiar na Natália. Você não vê que ela me trata bem, me abraça, me beija, brinca comigo, fala da minha comida, e falou ontem isso, que eu sou a primeira opção de voto dela?“, disse.

“Mas se ela me colocasse direito no paredão podendo colocar tanta gente que ela já teve atrito ia ser muito vacilo dela. Quando era para eu votar, eu não votei nela“, comentou Jade. “Mas eu não vetaria ela porque é uma relação que está de boa. Eu vetar ela cria um motivo para ela votar em mim. Sei lá, não sei. […] Entre vetar Natália e Naiara, eu vetaria Naiara“, finalizou.

Em outro momento, Jade Picon, descrente da volta de Arthur Aguiar da berlinda, com qual disputa com Naiara Azevedo e Douglas Silva, debochou do ator. Vyni comentou sobre a música que eles cantam para os eliminados da semana em sua saída. “Tem que inventar uma música nova para segunda”, disse o estudante. A influencer concordou, “Então, mas o que eu falei, a pessoa que fala se quer ou não quer entendeu… Se alguém quser que cante, a gente canta”, afirmou. Em tom de deboche, Jade disse que iria perguntar para Arthur se ele queria que cantasse após sua eliminação. “Vamos perguntar para o Arthur se ele quer…”, finalizou aos risos. 

Paredão da Semana

A formação do terceiro paredão da temporada ocorreu na última noite de domingo (06). Com Naiara Azevedo, Douglas Silva e Arthur Aguiar disputando a preferência do público, o paredão, pela primeira vez, é formado apenas por participantes do grupo Camarote. Lucas, que era o quarto emparedado, escapou da berlinda pela prova do Bate e Volta.

Bárbara compra briga contra Pedro Scooby

Com alianças formadas, grupos estabelecidos e inimizades formadas, a 22ª edição do Big Brother Brasil completa quatro semanas nesta segunda-feira. Por enquanto, o jogo segue morno e com uma forte resistência ao jogo por parte de alguns participantes. Mas não é o caso da pipoca Bárbara Heck.

Em uma conversa nesta manhã (07), com Eliezer e Vinicius, a modelo opinou sobre uma de suas opções de voto dentro do jogo, Pedro Scooby. Bárbara se incomoda muito com as atitudes contraditórias do “anti-jogo” do surfista. “O Pedro fala que não se importa, mas no fundo ele se importa com as coisas. Não viu no Jogo da Discórdia? Vini votou nele, ele votou no Vini. Indiquei ele, ele me indicou de volta. Ele fala que para ele tudo bem, mas no fundo ele dá uma retribuída“, pontuou.

Não que ele se apegue do tipo: ‘Não confio na Bárbara, não confio no Eli’. Não é isso. Mas ontem a gente estava conversando depois da votação e falei que tenho pessoas próximas a mim que vou tentar sempre proteger. E daí infelizmente vou ter que votar em outras. Aí ele falou: ‘É, e eu sei que não estou entre essas pessoas’. E eu falei: ‘É’”, afirmou. Bárbara pontuou na conversa com Eliezer e Vinicius não ter medo de assumir uma briga com Pedro. “A gente já conversou também que uma das únicas pessoas que ele não ia se sentir culpado de dar o Monstro era eu. Chumbo trocado não doi“, finalizou.