Fechar
Vídeo

BBB22: Laís faz elenco cair em lágrimas ao lembrar perda

A médica entrou de luto no programa e emocionou os colegas com sua história

Nayara VieiraRepórter do EM OFF

Após a entrada de Arthur Aguiar, Linn da Quebrada e Jade Picon, os brothers decidiram fazer a clássica roda de apresentação nesta quinta-feira (20). Enquanto se apresentavam, eles contavam mais sobre suas histórias e o motivo de terem aceitado entrar no BBB22. Na vez de Laís, a médica emocionou os colegas ao contar da perda do pai, que faleceu pouco antes dela entrar para o programa da Globo.

Eu me espelhei a vida inteira no meu pai, que era médico e tem um mês e onze dias que eu perdi meu pai. Tá muito recente. Acho que tem muita gente que pergunta: ‘Nossa, ela está em luto e foi pro BBB?’”, começou ela, com voz de choro, emocionada. “E aí eu tenho uma explicação. Eu queria estar aqui, e aí quando eu contei pro meu pai e pra minha mãe, eu não esperava a reação do meu pai. E ele ficou muito feliz”, lembrou.

Laís ainda explicou que teve receio de entrar no BBB22 por medo de expor a família. “Porque a gente mora em uma cidade muito pequena, e lá ele conhece todo mundo, tem 40 anos que ele morava em Crixás (Goiás) e foi um dos primeiro médicos de lá. Então assim, por ser muito conhecido eu não sei se ele vai querer se expor assim, porque eu me expondo, minha família se expõe também”, avaliou a sister.

“Ele me incentivou muito, e quando aconteceu, que foi dia 9 de dezembro, eu falei ‘eu não posso desistir’ e aí eu juntei toda a força que eu tinha e que ele tinha, pra vir e eu estou aqui. Então se vocês me virem triste de vez em quando não assusta, tá?”, completou Laís, emocionadíssima. Ao redor, Naiara Azevedo, Jade Picon e outros brothers caíram em lágrimas com o depoimento da médica.

Continua após a publicidade

Ainda ontem, a sister abriu o coração ao falar sobre o pai, Augusto, que morreu aos 68 anos. “Ele já estava acamado, já não estava levantando nem pra ficar na cadeira de rodas”, lamentou em conversa com Bárbara. Ele, que teve uma infecção generalizada, morreu no dia 9 de dezembro, um mês antes de Laís ser confinada para o BBB22.

“É aquela coisa que a gente não quer ver o sofrimento da pessoa. A gente entrega muito pra Deus e fala assim: ‘Dê o que for melhor pra ele, não o que é melhor pra gente’. A gente não quer que ninguém vá. Infelizmente a gente não está preparado pra isso, né? Aí, quando é uma doença muito triste, que a pessoa está sofrendo, a gente entrega pra Deus”, disse ainda.

Tags Relacionadas: