Fechar
OPORTUNISTA?

BBB22: Linn da Quebrada confronta Lucas e fala em aproximação por interesse

A cantora comentou que, em sua percepção, Lucas sentiu que as ‘Comadres’ não eram pessoas fortes para protegê-lo

Hanna HaikaRepórter do EM OFF

Nesta madrugada, no quarto do líder, após uma grande discussão generalizada motivada pela formação do paredão, Lina afirmou que entende a forma como Pedro Scooby lida com o jogo, mas que isso não muda o fato de que as outras pessoas podem sentir algo em relação a isso. A atriz se referia ao discurso de Lucas, ao colocar o surfista direto na berlinda.

“Pra mim não é cabível você querer se vetar. Você tem que ser mais direto nisso, senão você dá abertura. Quando mais aberto a gente deixa a questão, mais portas e frestas ficam pra que ela seja interpretada errada”, afirmou. A cantora ainda comentou sobre o desafeto de Lucas e Arthur Aguiar. Lina comentou que o estudante de medicina, em sua percepção, sentiu que as comadres, – grupo formado por Natália, Jessilane e Lina –, não eram pessoas fortes o suficiente para protegê-lo e que ele foi procurar isso no ator.

“É o que me parece. Você se move pra tentar se proteger em outra situação de estratégia. Isso se rompe e você volta de novo pra gente, não porque você quer estar com a gente, mas porque essa outra situação se rompeu. Você precisa voltar ou ir pra outro lugar. Essas movimentações pra fugir do Paredão é perigoso”, comentou a cantora. Lucas, presente no quarto, se justificou dizendo que só queria realmente jogar. “Aqui o tempo é muito curto”, afirmou o estudante.

“Ele é curto, mas ele pode ser mais longo. A gente tá tendo um tempo muito longo pra construir as nossas estratégias. As vezes essa estratégia de manada é o que faz a gente ter um tempo curto aqui dentro, porque essa estratégia é de desespero, anula o outro. A mim, particularmente, não interessa anular o que a Jessi ou o que a Natália sente pra convencer elas a me proteger”, continuou Lina.

Continua após a publicidade

A cantora aconselhou Lucas a não abrir mais portas do que consegue entrar e a se preparar pro jogo da discórdia de amanhã e pediu para ele tomasse cuidado sobre com quem promete fidelidade porque em algum momento os interesses vão se chocar. A artista ainda aconselhou que o affair de Eslovênia seja generosamente cruel consigo e admita que errou, mesmo que não tenha tido a intenção.

Em outro momento, na academia, Lucas voltou a explicar a sua indicação. “Ele [Scooby] não iria pela casa. Nesse ritmo ele ia chegar na final porque ele ganha as provas”, comentou o estudante. Lina concordou e disse: “Ele sabe disso. Ele tem essa consciência, tanto que ele fala que ele acha importante ir pro Paredão. Eu entendo ele nesse ponto, ele não foge do Paredão, ele não fica evitando ir e quando ele vai diz que tá beleza. Ele deixa o público jogar agora a partir do que ele já jogou aqui dentro”, concluiu a cantora.

No entanto, em conversa com Paulo André, Pedro Scooby comentou sobre o discurso de Lucas. “Esse discurso não tem a ver com ele, tipo, que? Uma coisa é: ‘Pô, vai me ajudar muito a pagar a faculdade. Vai melhorar minha vida’. Isso é um discurso maneiro, mas essa é a parada, quando ele fala daquele jeito, ele fica se colocando num lugar de pobre coitado. Sendo que ele é um moleque branco, bonito e de olho azul. Não que os outros não mereçam, mas tipo, faz faculdade de medicina. Qualquer faculdade de medicina é cara pra caralho. Tá ligado? Duvido que ele more na favela. O que ele contou pra mim da relação com o pai dele é que ele é um cara bem de vida”, afirmou.