Fechar
Reality Show

BBB22: Paulo André e Arthur Aguiar detonam ‘ingratidão’ de Lina

Paulo André afirmou que a justificativa de Lina foi um ‘jogo sujo’

Lucas CardosoRepórter do EM OFF

Na noite deste domingo (27), ocorreu a formação do décimo Paredão da 22ª edição do Big Brother Brasil. A cantora Linn da Quebrada, líder da semana, indicou Paulo André direto ao Paredão. Por votação da casa, Pedro Scooby e Lucas Bissoli acabaram levando a pior e enfrentam, ao lado de Paulo André, a preferência do público. Um deles deixará o programa na terça-feira (29).

Logo após a despedida de Tadeu Schmidt, os rapazes se reuniram no Quarto Grunge para discutir sobre o Paredão que havia sido formado. Segundo Paulo André, Lina jogou sujo ao usar em sua justificativa a retirada de Lucas e Eslovênia do VIP e comentou que a sister até concordou com a decisão do Castigo do Monstro.

“Vou te falar um negócio… Não quero me precipitar nas palavras, mas ela jogou sujo! Ela falar: ‘Tirou duas pessoas do meu VIP’, sendo que ela tava rindo disso aqui, irmão”, reclamou o atleta. Pedro Scooby reiterou que cedeu a liderança de coração, e que por isso não julgaria a decisão da sister.

Paulo André continuou: “Nem estou falando disso, Scooby. Não coloco isso em pauta… mas eu ter feito essa parada [dar o monstro para Lucas e Eslô] e ela ficar aqui dizendo que gostou e tal, e chegar no Ao Vivo e usar essa justificativa. O discurso dela tava perfeito: ‘Ah, é isso mesmo. Não tenho em quem votar e tal. Gostei do que eles fizeram’. Agora, virar e falar: ‘Ele pegou e tirou duas pessoas do meu VIP’… P*rra, ela ria do bagulho aqui”, detonou Paulo André.

Continua após a publicidade

Ainda sobre a justificativa de Lina, Arthur Aguiar comentou que a sister deveria ter finalizado a justificativa logo no início e usado o argumento de que sua primeira opção de voto tinha sido imunizada, mas que mesmo assim, ela estaria justificando algo que é injustificável, já que Paulo André cedeu a liderança para a sister.

“Ela deveria ter justificado dizendo: ‘Eu vou votar nessa pessoa porque eu ia votar em quem ele protegeu e eu fiquei sem opção. Como ele já me colocou diretamente no Paredão, eu vou colocar ele. Não é o que eu queria, é alguém que eu gosto e nos damos muito bem, mas não tem o que fazer.’ […] Não tem como justificar, mano. Ela mesma sabe que não tem.”, concluiu Arthur.