Fechar
PRÉ ELIMINAÇÃO

BBB22: Pedro Scooby fica sem saída após invertida de Eliezer

Eliezer provocou Pedro Scooby direto do Quarto Grunge. Os participantes se enfrentam no Paredão do ‘BBB22’

Matheus NunesRepórter do EM OFF

Após a participação de Boninho na dinâmica de hoje à tarde, os brothers continuaram repercutindo a cutucada que o diretor geral do ‘Big Brother Brasil 22’ deu no surfista. Nesta quinta-feira (21), Eliezer especulou o que o Big Boss deve ter pensado quando Pedro Scooby disse que queria sair do reality show para curtir o carnaval. Segundo o designer, o mentor da produção do ‘BBB22’ deve ter se perguntado o por que de ter chamado esse cara.

No Quarto Grunge, Eliezer puxou o assunto citando a declaração de Boninho: ”Ele falou: ‘Nunca vi alguém aqui dentro querendo sair tanto”, relembrou. Douglas Silva aproveitou e opinou sobre como deve estar a repercussão nos bastidores do confinamento: ”Ai, isso deve ficar engraçado lá para eles. Deve gerar vários comentários”.

Após Pedro Scooby declarar que quer sair para curtir o carnaval, o designer gráfico especulou como Boninho e sua equipe deve ter reagido sobre a declaração do Camarote: “Por que a gente chamou esse cara?”, provocou ele. ”O público deve achar: cara, que moleque engraçado”, brincou DG, em relação a visão dos telespectadores sobre o participante.

Em seguida, o ex-ator global e integrante do grupo de participantes famosos completou a ideia que o público do ‘BBB22’ deve ter sobre a participação de Scooby no reality show: ”Vamos deixar ele só de sacanagem, deixa ele até a Final. Ele não quer tanto sair? Deixa até a Final, só de sacanagem. Deixa ele fritar aí”.

Continua após a publicidade

O sócio de uma agência de marketing afirmou que o ex-marido da atriz Luana Piovani conseguiu um feito que nenhum participante da história do reality alcançou: “Ele conseguiu um feito inédito mesmo, porque eu lembro que vários participantes que tinham um discurso que não era nem tanto assim, só dava a entender, o público limava. ‘Ah, não quer, não? Então, bora. Vamo para cá”.

 Na cama ao lado e sem graça, o pai de Dom, Bem e Liz justificou seu posicionamento para os brothers: “Mas, eu explico, né?! ‘Ah, não quero estar aqui’. Senão, eu apertava o botão e ia embora. É que eu olho por outra perspectiva”, explicou ele. Logo após, DG lembrou do show de Arlindo Cruz, no qual o cantor passou a informação de que o carnaval ainda não tinha acontecido até então: ”Pensei que não ia ter carnaval. Tá rolando. O Jorge tinha falado o que? Que não teve ainda”, indagou. O ex-affair de Natália Deoadato no jogo afirmou que o músico contou que ainda não tinha começado.

Na reta final, o 17º paredão do “Big Brother Brasil 22” foi formado na última terça-feira (19) por Douglas Silva, Eliezer e Pedro Scooby. Douglas Silva foi o primeiro emparedado, por ter ficado em último na Prova do Líder. Eli foi o indicado direto líder, Paulo André. Scooby acabou completando o trio por ter sido mais votado da casa. Em seguida, como de praxe, os participantes que restam no confinamento disseram o porque querem permanecer no ‘BBB22’:

“Quero de novo agradecer as pessoas. Meu sexto Paredão, não imaginava que ia passar do primeiro, estou no sexto. Quero agradecer a todo mundo que me manteve aqui de alguma forma. Queria pedir mais uma vez para eu continuar no jogo, é reta final. Estou dentro de um sonho. É isso, me ajudem, continuem me ajudando. Sei que vai o negócio vai ser duro, o Paredão é forte. Mas é isso, eu peço ajuda de todo mundo para me manter aqui”, declarou Eli.

Logo após, foi a vez de Scooby: “Depois desse temo todo as pessoas já me conhecem. Eu não sou um jogador, não sou estrategista, eu sou isso. Estou no Paredão e é uma coisa que eu fico tranquilo porque sempre achei que quem tira é o público. Ah, fé em Deus. Ficar aqui foi muito bom, viver toda essa experiência foi bom, mas ir para casa também não é uma coisa ruim”, finalizou o surfista.