Fechar
Entenda

BBB22: Tadeu Schmidt é acusado de interferir em votação e proteger Laís

A sister estava na mira do quarto grunge para ser indicada ao Paredão

Nayara VieiraRepórter do EM OFF

Durante a dinâmica de formação de Paredão deste domingo (20), os participantes foram surpreendidos com a maneira em que deveriam votar. Diferente dos outros dias, eles precisaram formar três grupos com mais de duas pessoas e definir quem indicariam. Laís, que inicialmente era alvo de um dos grupos, acabou escapando da berlinda, e os internautas acusaram Tadeu Schmidt de interferir na votação, e que, por isso, a sister se safou.

Na sala, os grupos foram formados sem que eles soubessem o objetivo, que era de indicação ao Paredão. O quarto Lollipop estava formado com: Eslovênia, Jade, Laís, Larissa, Vinicius, Brunna e Eliezer. Já no segundo grupo, estavam os meninos do grunge: Arthur, Gustavo, Paulo André, Pedro Scooby e Douglas Silva. Por fim, no confessionário ficaram: Jessiane, Linn da Quebrada, Natália e Tiago Abravanel.

Quando entrou no quarto grunge, Tadeu explicou que os cinco deveriam entrar em um consenso e escolher alguém de um dos grupos opostos para mandar direto ao Paredão. Laís foi o nome escolhido como estratégia dos brothers, mas Gustavo, por ser affair da sister, discordou e bateu o pé para não deixar a médica ir ao Paredão. Em seguida, Pedro Scooby deu para trás e disse não saber em quem votar, assim, PA também acabou concordando com o amigo.

Gustavo afirmou que não concordava, mas por ser uma democracia, ele cederia. Mas mesmo assim, o apresentador não aceitou e pediu para que eles fossem pelo consenso. “A gente vai ter que fazer um por um”, disse o comunicador. Eles passaram alguns minutos discutindo, até que Tadeu Schmidt voltou atrás e abriu uma votação, depois que o nome de Laís saiu da reta de PA e Scooby.

Continua após a publicidade

Pedro insistiu para que eles falassem outro nome sem ser o de Laís, justificando que estava próximo da sister. Assim, depois da votação aberta, que não foi concedida nos outros grupos, Gustavo disse que votaria em Eliezer, em seguida, Douglas continuou com Laís, Pedro foi em Eliezer, e, todos sabendo que Arthur votaria em Laís, PA preferiu votar em Eli e desempatou a votação.

Por fim, Eliezer, Jessilane e Paulo André foram os indicados dos grupos formados, ao vivo. Em seguida, os três jogaram a prova Bate-Volta, incluindo Gustavo, que foi indicado por Brunna Gonçalves, que atendeu ao Big Fone. Dos quatro, apenas dois se salvaram, que foram Jessi e Eli. Além disso, cada um ganhou R$12 mil para consumirem nos restaurantes da rede de fast food, patrocinadora do BB22. Por fim, o Paredão ficou formado entre: Brunna Gonçalves (indicada do líder), Gustavo e Paulo André.

Os internautas reagiram no Twitter e subiram a menção “Tadeu interferiu”. “Achei que Tadeu interferiu no voto dos meninos. Eles já tinham decidido a Laís”, comentou Thatu.Óbvio que o Tadeu interferiu na votação dos meninos, no quarto das meninas ele aceitou o voto de boa mesmo quando disseram que não concordavam mas iam pela estratégia”, comparou Thaysa. 

“Tadeu interferiu eu também não entendi no outro grupo ele insistiu num consenso agora no quarto Grunge ele fez por votação feio demais Laís ia no lugar de Eliezer se não fosse a intervenção dele”, comentou Maria Helena. “Maior erro do @tadeuschmidt foi ñ explicar q, ñ havendo unanimidade, a votação seria individual. Ele quis forçar indicação unânime.  Quem foi voto vencido no lollipop só aceitou a indicação de Jessi pq ñ sabia q, caso discordasse, haveria voto individual”, opinou Claus.