Fechar
Quase um clone

Fora do ‘BBB22’, Eslovênia confessa semelhança com Juliette

A sister sabia que poderia ser comparada com a vencedora do BBB21

Fábio SaraivaRepórter do EM OFF

Depois do bate-papo com Rafa Kallimann, a décima primeira eliminada da casa, Eslovênia Marques, conversou com Samir Duarte e Jeska Grecco no podcast oficial do reality, “BBB Tá On”. No programa, a moça falou sobre a “maldição” de sentar ao lado dos eliminados, futuro com Lucas Bissoli e comparações com Juliette Freire, vencedora do BBB21. Além das dificuldades que ela enfrentou com a saída de seus aliados, semana após semana, até ela sair sozinha pelo gramado até a porta.

A entrevista se iniciou com uma brincadeira sobre a “Maldição de Eslô e a modelo respondeu que pelo menos não usou verde, diferente da maioria de seus amigos e namorado. Então, Jeska Grecco perguntou se Eslovênia já tinha percebido, e a moça desabafou: “É que eu sempre sabia que ia sair um Lollipop, então eu ficava do lado pra acudir a pessoa“.

Mas o povo daqui enxergou o contrário, como se eu fosse a causadora (da eliminação). Mas eu tava pensando já no ‘vai sair, tenho certeza, vou ficar pra acolher e pra chorar um pouquinho’, porque já era de praxe: toda terça eu chorava!“, relembrou Eslovênia. Entretanto, a Miss não quer ficar com fama de “pé frio” fora do reality, e que do lado de fora as coisas podem mudar e que venha uma “onda de sorte”.

Eslovênia durou muito no BBB

Jeska Grecco ressaltou que Eslovênia não ia para o Paredão nunca e questionou: se era uma estratégia de jogo da morena ou se só foi acontecendo. “Nunca foi estratégia. Na verdade, não tive a oportunidade [de ir ao Paredão] porque as pessoas que iriam me indicar não tinham sido Líder ou não tinham contragolpe. Acho que tudo colaborou”, disse a moça. A ex-sister comentou que se Jessi ou Natália tivesse ganhado o Líder, teriam a indicado ao páreo.

Continua após a publicidade

Logo após, Eslovênia comentou sobre a entrada de Gustavo na casa mais vigiada do Brasil. “Ele veio com uma ideia muito clara de jogo. Eu, Eli e Vyni sentimos muito isso: agora vai vir na gente. E foi o que aconteceu“, lamentou a Miss. Em seguida, os apresentadores contaram para ela, a reação positiva do público quando anunciaram seu nome, mas em contrapartida, muitas pessoas a compararam com Juliette Freire.

Não acho que eles [participantes] me achavam forte por ser a Eslovênia. Achavam que eu era forte por ter algo semelhante com a Ju. Eu tinha muito medo, porque as pessoas criam expectativa nisso. É natural. A Juliette é um fenômeno, ela foi incrível. Só por ter algo parecido… as pessoas acabam olhando pra você de um jeito diferente. O baque também é similar à expectativa. Me amedrontava muito, mas quando eu entrei no BBB eu sabia da possibilidade de isso acontecer, tanto lá dentro quanto aqui fora”, contou Eslô.

O futuro com Lucas Bissoli

Eslovênia palpitou sobre o Paredão falso, ela disse que Arthur Aguiar ou Linn da Quebrada serão um dos escolhidos para a dinâmica. Em contrapartida, a moça afirmou que Eliezer deve ser o próximo a sair da casa. Mas que depende da formação da berlinda. Além disso, ela conta que já sabia que iria para o Paredão: “Eu já vinha sabendo disso. Não foi em três, quatro dias. Sabia que primeiro era o Lucas e depois eu. (…) Eu tinha certeza que eu ia sair”.

Sobre saudades do namorado, ela contou: “Nas últimas semanas, eu fiquei muito mais próxima do Lucas, a gente estava muito colado. Ele virou meu amigo, meu parceiro lá dentro. Eu senti bastante“, confessou a amada. Os apresentadores, então, revelaram que a mãe do engenheiro já aprovou o relacionamento e Eslovênia disse que quer conversar com a família dele sobre o que sentiram com eles dentro da casa.

Confira a chamada de Eslovênia para o BBB22: