Fechar
Soltou o Verbo

Pai de Maria afirma que sister está interpretando vilã no ‘BBB22’

Carlos Câmara disse que, assim como a filha, Arthur Aguiar também está atuando no reality show e se fazendo de “pobre coitado”

Bruno PintoRepórter do EM OFF

Se Maria acabou se tornando uma das participantes mais comentadas do “Big Brother Brasil 22” recentemente por conta da noite quente debaixo do edredom com Eliezer, agora a sister está na boca do povo por causa de outro motivo: O temperamento explosivo. Ciente do comportamento da filha, Carlos Câmara disse que Maria está interpretando uma personagem no reality show.

Em entrevista ao Jornal Extra, o gari e massagista de sauna gay contou que não tem dúvidas de que sua filha está atuando. Embora esteja convicto do jogo que a filha está fazendo no programa, Carlos contou que não é apenas Maria que não está sendo ela mesma no “BBB”. Segundo ele, Arthur Aguiar também está exercendo a sua profissão de ofício, porém, ao contrário da filha, ele está tentando ser o mocinho.

O pai de Maria falou que, se necessário, pediria desculpas pelas atitudes de Maria no jogo e fez questão de comentar a postura do marido de Maíra Cardi: “Ela está jogando, não é aquela pessoa. Se eu pudesse me desculpar com as pessoas sobre o que ela está fazendo, eu diria isso. O Arthur também está jogando. Ele vai continuar de pobre coitado? Ou vai roncar mais alto para cima dela? É assim que funciona”.

Carlos disse que, ao contrário do que muita gente está falando de Maria nas redes sociais, ela não é exatamente aquilo que está se mostrando no programa: “As pessoas estão falando que ela tem que sair, que é arrogante. Mas ela não é. Cada pessoa tem um comportamento. O Arthur é ator e está interpretando o papel de pobre coitado. Ela também é atriz, mas está interpretando vilã”.

Continua após a publicidade

Embora diga que a filha seja uma pessoa diferente daquela que os telespectadores estão assistindo, o massagista falou que Maria passou por algumas situações na vida que acabaram a deixando mais “durona”: “Ela não leva desaforo para casa. Quando era mais nova, era muito boba, as pessoas gostavam de pisar nela. Então decidiu mudar. Mas aquilo é uma forma de se proteger. Ela não é uma pessoa ruim com o Arthur, não vai querer o mal dele aqui fora”.

O gari garantiu que sua filha é uma pessoa boa e mais sincera do que muitos participantes que tentam de tudo para tentar passar algo que não são. Ele ainda brincou com o temperamento de Maria e disse que ela precisa agitar mais o edredom para ficar mais relaxada: “Ela tem um coração grande, é uma pessoa boa, melhor do que muita gente que está quietinha ali dentro… Eu acho que ela tinha que fazer sexo mais vezes para ficar calma”.

Por fim, Carlos Câmara ressaltou que Maria está sendo alvo de críticas muito pesadas, que estão ultrapassando o limite imposto pelo jogo. Segundo ele, algumas declarações já deixaram de ser saudáveis faz tempo e as descreveu como “dolorida: “Os ataques diários que Maria vem recebendo não são um jogo. Essa realidade triste e dolorida não é entretenimento”.