Repúdio

Anestesista é preso em flagrante por estuprar grávida durante cesariana

Giovanni Quintella Bezerra foi flagrado em vídeo cometendo o ato criminoso.

Cíntia Lima
Colunista do EM OFF

O anestesista Giovanni Quintella Bezerra foi preso em fragrante na manhã desta segunda-feira (11), após estuprar uma grávida durante a cesariana.

Enfermeiras e técnicas do Hospital Mulher, no Rio de Janeiro, estavam desconfiando do comportamento do anestesista e estranhavam, por exemplo, a quantidade de sedativo aplicado nas grávidas. As funcionárias são responsáveis pelo flagrante do anestesista que já havia participado de outras duas cirurgias em salas onde a gravação escondida era inviável. Na terceira operação do dia, elas conseguiram, de última hora, trocar a sala, esconder o telefone e confirmar o flagrante.

No vídeo do flagrante, a paciente está deitada na macainconsciente. Do lado esquerdo do lençol, a equipe cirúrgica do hospital começa a cesariana. Enquanto isso, do lado direito do lençol, a menos de um metro de distância dos colegas, Giovanni abre o zíper da calça, puxa o pênis para fora e o introduz na boca da grávida.

A violência dura 10 minutos. Enquanto abusa da gestante, o anestesista tenta se movimentar pouco para que ninguém na sala perceba. Quando termina, pega um lenço de papel e limpa a vítima para esconder os vestígios do crime.

O G1 teve acesso ao vídeo feito pelas funcionárias e o momento em que o anestesista é preso em flagrante. A polícia vai tentar descobrir outras possíveis vítimas do anestesista.

Em nota, a defesa de Giovanni Quintella alega que ainda não obteve acesso na integra aos depoimentos e elementos de provas que foram produzidos durante o auto de prisão em flagrante.