Fechar
Chegou a hora

BBB22: Arthur Aguiar, Douglas Silva e Paulo André. Quem será o campeão?

Relembre a trajetória dos finalistas

Cíntia LimaColunista do EM OFF

Essa é a pergunta! 100 (cem) dias de confinamento, 22 participantes, uma expulsão, uma desistência e uma final que pode parecer óbvia, mas não é. Arthur Aguiar, Douglas Silva e Paulo André chegam na final do programa e dividem as torcidas. Quem será o campeão?

Cada um construiu sua trajetória. Arthur Aguiar é o grande protagonista da edição. Isso pode agradar ou não, mas contra fatos não há argumentos. Arthur jogou o tempo todo, protagonizou o principal paredão, foi para o quarto secreto, jogou sozinho, fez aliados, brigou, discutiu, brilhou em muitos jogos da discórdia, usou de estratégia, sabedoria, ótima memória e excelente oratória para conquistar o público e ter sua gigantesca torcida, “A Padaria”. Arthur também tem uma forte torcida contra, sua postura é muito julgada. É visto por muitos pelo excesso de vitimismo, egoísta e egocêntrico. Arthur têm dificuldade em lidar com derrotas e como fuga, chegou a dormir um pouco além do normal É o favorito!

Douglas Silva, o DG tem um carisma ímpar. Sorriso que envolve e alto astral, o brother se recusou a jogar, preferiu agir muitas vezes com o coração e irritou o público com essa postura. DG evitou ao máximo jogar o jogo, o que é irônico já que espera-se o contrário dentro do BBB. O ator só começou a se envolver nas estratégias necessárias quando sentiu que estava constantemente na reta, votado pela casa com frequência e percebeu que deveria ter coragem de se posicionar. Pode ganhar, mas honestamente é o que tem menos chance de vencer esta edição.

Paulo André, o PA é o mais forte concorrente de Arthur, atleta e muito querido, ganhou várias provas, é um atleta nato e muito competitivo. No jogo era aberto as estratégias de Arthur Aguiar, queria jogar mas têm dificuldade de se posicionar de maneira firme. Viveu um affair com Jade Picon, teve seus embates com as comadres, é leal e leve. PA não foi um exímio jogador, não foi determinante para o jogo, mas conta com uma grande torcida também. Quem não quer Arthur, torce para o PA. É bom menino, agradável, construiu laços de amizade e teve boa convivência, mas como jogador, foi fraco.

Continua após a publicidade

O público é decisivo no Big Brother Brasil. As votações estão a todo vapor, torcidas incansáveis e determinadas a dar o prêmio de R$ 1,5 milhão para o real merecedor. Assim espera-se. O BBB é para os fortes, corajosos e que o vencedor seja por mérito, o principal critério que deve eleger na noite de terça-feira o vencedor do BBB22.