Feridos

Bombeiros ficam feridos em incêndio no centro de São Paulo

Vinte oito viaturas e oitenta bombeiros trabalham para combater o incêndio. Um dos bombeiros está com 39% do corpo queimado e está na UTI

Cíntia Lima
Colunista do EM OFF

Um incêndio que atinge há mais de 10 horas a região central de São Paulo, deixa bombeiros feridos com queimaduras que precisaram ser socorridos e levados para o hospital do Tatuapé.

O fogo começou na noite deste domingo (10) em um prédio de 10 andares e se alastrou para outros quatro edifícios. A região comercial que inclui a Rua Barão de Duprat, região da rua 25 de Março, está interditada.

O fogo se alastrou rapidamente, começou na área térrea do prédio de 10 andares. Atingiu também outros quatro edifícios, duas lojas, que ficaram completamente destruídas, um prédio de seis andares que corre o risco de desabar, e o prédio de uma igreja Ortodoxa. Todos os imóveis estavam vazios.

Por volta das 8 horas da manhã desta segunda-feira, os bombeiros concentravam seus esforços para conter as chamas no prédio maior, de 10 andares e dois profissionais ficaram feridos no combate às chamas. Os dois bombeiros sofreram queimaduras de segundo grau, foram encaminhados para o pronto-socorro do Tatuapé com mais de 15% do corpo queimado. No entanto as últimas informações detalham que um dos bombeiros está com 39% do corpo queimado e está na UTI.

Vinte oito viaturas e oitenta bombeiros trabalham para combater o incêndio.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, após o trabalho do Corpo de Bombeiros, os peritos do Instituto de Criminalística irão realizar análises no local para determinar as causas do incêndio.