Fechar
Tensão

Discussão entre William Waack e CNN Brasil quase gera quebra de contrato

Jornalista não aceitou uma decisão tomada pela emissora e o clima ficou tenso

Cíntia LimaColunista do EM OFF

Os ânimos ficaram bem alterados entre o jornalista William Waack e a CNN Brasil. O motivo não deixa de ser inusitado. Waack teria sido “despejado” da sala que ocupa dentro da emissora e essa discussão quase gerou quebra de contrato. 

Segundo o Na Telinha, assim que o jornalista foi comunicado que deveria sair de sua sala executiva e passar a ficar redação compartilhada, Willian Waack foi imediatamente tirar satisfações com a chefia e a reunião foi tão tensa e os ânimos ficaram tão alterados que houve até ameaça de quebra de contrato. 

Vale ressaltar que o jornalista tem uma regalia dentro da CNN Brasil que é para poucos. O veterano ocupa uma sala exclusiva e destinada a pouquíssimas pessoas. O privilégio vem de acordo com o patamar ocupado por Waack e a importância de seu nome dentro do jornalismo da emissora. Ele é um dos principais nomes do canal de notícia, desde sua fundação no Brasil, em 2020.

Waack não aceitou em hipótese alguma deixar sua sala, se recusou com veemência deixar o local, não se intimidou ao questionar diretamente a direção. O resultado? Willian Waack venceu a briga e continuará ocupando sua sala. O jornalista precisa de privacidade, isso é importante para o seu trabalho que envolve fontes exclusivas e conversas importantes. 

Continua após a publicidade

A emissora se manifestou, através de sua assessoria afirmou que o jornalista, hoje aos 69 anos, passou a ocupar uma sala no início da pandemia da Covid-19 por pertencer ao grupo de risco e evitar aglomerações com outros colegas de trabalho. Ainda de acordo com o canal de notícias, a determinação para a saída de Waack da sala que ocupa atualmente tem o intuito de viabilizar a ampliação da redação. O espaço deve passar por reformas em breve para que a área de trabalho dos jornalistas fique maior e com novo layout, o que vai implicar na derrubada de algumas salas exclusivas.

A CNN Brasil também destacou que para conversas privadas o canal disponibiliza a sala de reunião para seus profissionais e que não procede que William Waack foi despejado.