ExclusivoIrmã de Deolane Bezerra perde mais um processo para o ex-companheiro que estava preso

Danielle Bezerra Santos sofre mais uma derrota na justiça

Cíntia Lima
Colunista do EM OFF

Esta coluna já havia detalhado com exclusividade, que Danielle Bezerra Santos, irmã de Deolane Bezerra havia perdido processo movido pelo ex-companheiro que estava preso por homicídio. Agora e mais uma vez com exclusividade, Danielle voltou a perder processo para o ex-companheiro, e justiça declara que ambos viveram união estável. 

Narcílio Domingos, entrou na justiça com ação de reconhecimento e dissolução de união estável. O autor alega ter convivido com a ré, Danielle Bezerra Santos, como se casado fossem, de janeiro de 2011 até julho de 2015. Danielle apresentou contestação. No mérito, alega que nunca houve união estável, mas apenas namoro. Alega também que após o namoro ter início, emprestou o valor R$ 20.500,00 para Narcílio pagar uma dívida e, em 7/02/2011, o autor foi preso por crime de homicídio. Ao sair da cadeia pediu ajuda à ré para comprar um imóvel, Danielle informou que não queria manter o relacionamento e o autor concordou desde que ela o ajudasse a quitar as dívidas.

Em 2013, o autor foi preso de novo, e segundo Danielle, foi “obrigada” a visitá-lo na prisão em Fortaleza e como último favor pediu a irmã de Deolane vendesse o apartamento. 

Danielle já quitou sua parte em relação ao imóvel (veja primeiro processo movido por Narcílio contra Danielle, onde ele também ganhou).

Quanto a união estável, a irmã de Deolane tentou provar que o relacionamento sempre foi só namoro. 

A análise do mérito foi clara na decisão:

Conforme análise da prova, exclusivamente documental e instrumento particular de compra e venda, constou que as partes residiam no mesmo imóvel e adquiriram imóvel juntos. 

A ré alega que tinha medo do autor, o qual respondia por crime de homicídio. Nada foi comprovado neste sentido. 

De acordo com os elementos probatórios, entendo que se deva concluir que as partes viviam em união estável e segundo a justiça a união existiu entre fevereiro de 2011 e janeiro de 2014.

Narcílio Domingos moveu dois processos contra Danielle Bezerra e ganhou os dois.