Sem arrependimento

Leo Lins insinua ‘censura’ após ser demitido do SBT

Cancelado, o humorista ainda defende sua forma de humor

Cíntia Lima
Colunista do EM OFF

O cancelamento veio. Após “piada” sem graça e de revirar o estômago, Leo Lins foi demitido do SBT e em sua conta no Instagram, compartilha foto algemado e amordaçado, insinuando que sofre censura.

O artista já havia utilizado esta foto em outras ocasiões e supostos episódios de censura. Leo Lins também revela que vem sofrendo ameaças à sua integridade.

Veja:

O humorista também compartilhou um vídeo onde faz uma analogia com uma agulha. Ao segurar o objeto ele explica que assim como o humor, a agulha serve para estourar bolhas e tornar as pessoas mais resistentes. Leo Lins não menciona a “piada” que fez no show, não fala da demissão e não rebate as críticas.

O público de uma maneira geral não aceita esse tipo de humor diretamente ligado a dor do próximo. Falta sensibilidade, humanidade, respeito, empatia e chega a ser um “crime” fazer “piadas” com este assunto tão delicado.

Vale destacar que não é a primeira vez que Leo Lins faz piadas reprováveis. O humorista já falou de autistas e riu de pessoas obesas.

Toda essa onda de desaprovação e repúdio ao humorista, vem de seu espetáculo de stand up, onde o artista fez piada de uma criança no interior do Ceará com hidrocefalia. Ele afirmou que a família usaria a cabeça do menino como fonte de água, já que no Nordeste têm regiões com dificuldade de acesso à água potável.

Leo Lins foi demitido do SBT e a AACD emitiu uma nota de repúdio ao humorista, destacando que a declaração configura crime.