Clima tenso

O clima está pesado para Boninho dentro da Globo

Diretor anda em pé de guerra com outro chefão da emissora

Cíntia Lima
Colunista do EM OFF

O renomado diretor Boninho não está vivendo bons momentos dentro da Globo. Dessa vez o diretor se estranhou com Mariano Boni, até então diretor-executivo de jornalismo que foi promovido a diretor de gênero, mesmo cargo de Boninho e pulou de terceiro posto para a segunda posição em todo o organograma da emissora.

Os dois não são parentes e dividem o comando dos programas de entretenimento da emissora. Segundo Carla Bittencourt do Notícias da TV, os dois vem se estranhando nos bastidores da Rede Globo. O motivo dessa vez é o novo Som Brasil, que era um programa muito desejado por Boninho e acabou sobre o comando de outro profissional.

O clima é de guerra, e não é de hoje. Em 2018, a cúpula da emissora tirou o Vídeo Show do comando de Boninho e entregou para Mariano Boni. Vale ressaltar que o comandante do BBB anda perdendo força e moral dentro da emissora. Sob o comando de Boninho, O Casa Kalimann foi um verdadeiro mico e as críticas sobre o Pipoca da Ivete só estão começando. Boninho acreditava que o Som Brasil seria um projeto seu e já comentava sobre essa ideia com sua equipe.

A saída de Ana Furtado, após 26 anos de casa, foi encarada por algumas pessoas como falta de prestígio de seu marido e diretor. A chegada do chefão do Big Brother Portugal, Miguel Vala Leitão, também levantou rumores que as coisas não andavam bem. A somatória de todos esses impasses, clima tenso, a divisão de poderes e a pressão sobre novos programas, podem determinar novas decisões dentro da emissora. Vamos aguardar!