Que pena

Papel de Guilherme Pádua em novela seria de Alexandre Frota

Gloria Perez e Alexandre Frota revelam este fato no terceiro episódio da série

Cíntia Lima
Colunista do EM OFF

Era de Alexandre Frota, hoje deputado federal (PSDB), o papel de Bira, vivido por Guilherme de Pádua na novela De Corpo e Alma. O documentário Pacto Brutal: Assassinato de Daniella Peres da HBO Max, ganhou três novos episódios nesta quinta-feira (28) e em certo momento a autora Gloria Perez e o próprio Alexandre contam sobre este fato que boa parte do público desconhecia.

O papel de Bira, vivido por Pádua e par romântico de Yasmin, interpretada por Daniella Perez, deveria ser de Alexandre Frota, na época ator da Globo.

A revelação foi feita no terceiro episódio da série, e o que impediu Frota de realizar o papel, é que ele estava no elenco da novela Perigosas Peruas, trama escrita por Carlos Lombardi, e não recebeu autorização do diretor para deixar esta novela e seguir na trama de Gloria Perez no horário nobre. Este impedimento provocou a escalação de Guilherme de Pádua.

A série documental vem ganhando gigantesca repercussão e após 30 anos do crime, traz revelações e depoimentos dramáticos e chocantes. Danielle Perez tinha apenas 22 anos quando foi assassinada e estava no auge de sua carreira artística. Além de atriz, era bailarina e foi convidada para dançar profissionalmente em uma das melhores companhias do Rio de Janeiro. Esposa de Raul Gazolla, com quem se casou em 1990 tinha o sonho de ser mãe e era conhecida por todos por sua meiguice e generosidade.