Pegou Mal

Pedido de Anitta a Lula sobre as drogas, não pegou nada bem

Apoio seguido de cobrança pegou mal dentro do partido

Cíntia Lima
Colunista do EM OFF

As falas de Anitta sobre as drogas e o pedido explícito da cantora a Lula, sobre a legalização, não pegou nada bem. A Live realizada na terça-feira (12), foi um verdadeiro tiro no pé. Seu discurso passou longe de ser bem aceito pela maior parte do público e principalmente foi mal visto dentro do partido. O pedido de Anitta soou como cobrança e o assunto é muito polêmico. 

Anitta mal declarou seu apoio a Lula e já declarou com todas as letras o que espera do petista. “Será que o Lula apoia isso, apoia a legalização para nós? Estou te dando o maior apoio… Tinha que virar empresa que paga imposto, ao invés de deixar esse povo tudo rico aí, lavando dinheiro, sei lá como… Sou a favor de virar tudo empresa legalizada. Proibir as drogas não faz com que as pessoas parem de usar… E ao invés de estarem aí colaborando para essa guerra que só mata o pobre, que nada tem a ver com isso, só deixa rico povo que não paga imposto, que lava dinheiro”. 

Este tipo de declaração com ar de “cobrança”, não é nada inteligente e segundo dirigentes do partido, como divulgado pela Veja, serve de munição para os apoiadores de Jair Bolsonaro. O assunto é muito polêmico e sempre vem acompanhado de discussões acaloradas. 

A desinformação por parte de Anitta chega a ser vergonhosa, afinal, não custa lembrar que legalização das drogas deve passar pelo Congresso. Não se trata de um assunto que cabe unicamente ao presidente aprovar ou não.

Na Internet, ficou muito claro que este tipo de assunto vai muito além do que um discurso sem preparo e raso. O atleta do vôlei, Maurício Souza publicou em sua página uma parte do vídeo da cantora e sem meias palavras declarou: “Não tem cabimento nada que essa mulher fala, dói o ouvido, só fala asneira”. 

Em outras páginas, os comentários reforçam o coro de que Anitta é despreparada para esse tipo de assunto, e diante das inúmeras dificuldades que o país enfrenta, esse tipo de pedido fundamentado em argumentos tão fracos e com erros de português, na conjugação do plural, fazem do discurso de Anitta, uma “verborragia política”, ou seja, o ato de falar compulsivamente, sem parar, às vezes, proferindo um discurso incoerente.