Na lata

Pepeu Gomes fala sobre as músicas de Anitta. “Não me acrescenta nada”

Artista sempre lutou por músicas que fossem eternas e sente que o momento atual está mal das pernas

Cíntia Lima
Colunista do EM OFF

Muitos jovens podem até não conhecer Pepeu Gomes, porém qualquer estudioso da música ou no mínimo interessado em saber quais artistas já marcaram a evolução da MPB (Música Popular Brasileira), sabe a importância de Pepeu Gomes. O músico em entrevista a revista Quem fala o que pensa sobre Anitta. “Não acrescenta em nada”.

Anitta é um dos maiores nomes da música no momento e Pepeu Gomes considerado um dos dez maiores guitarristas do mundo pela norte-americana Guitar World tem seus artistas prediletos como Jimmy Hendrix, Jamiroquai e Arnaldo Antunes declarou não acompanhar os artistas da nova geração, porém ao falar de Anitta tem sua posição bem clara. “Nada contra, nada a favor, não me acrescenta nada. Respeito tudo, na praia dela [Anitta], é uma artista que venceu, que está vencendo a grande batalha que é ser artista no Brasil. Escuto aquilo que sempre gostei, e que me traz um saudosismo sadio. Isso é meio normal. Eu sempre briguei para que a gente fizesse músicas que fossem eternas. Preta Pretinha fez 50 anos agora e continua viva. A música do Brasil não anda bem das pernas, porque estão tomando um rumo onde só se mostra bunda, as músicas só com dois acordes…”

A música é uma arte que deve ser tratada com respeito e responsabilidade. Artistas de gerações diferentes podem se chocar, porém o mais importante é o artista que entra para a história.