Mãe Solo

Titi Müller não se cala e expõe ex-marido por não levar filho ao médico

Apresentadora fala das dificuldades de ser mãe solo e expõe ex-marido

Cíntia Lima
Colunista do EM OFF

Titi Müller foi aos seus stories do Instagram e fez um profundo desabafo sobre as responsabilidades da maternidade, sobre o fato de ser “mãe solo” e expôs o ex-marido, o músico Tomás Bertoni, da banda Scalene, por não tê-la acompanhado em uma consulta médica do filho do casal, Benjamin, de dois anos.

Em uma sequência grande de stories, a apresentadora que foi vítima de assalto em São Paulo nesta semana, teve seu celular roubado, desabafa sobre as consequências dessa traumática situação e aproveita para emendar uma série de reflexões, conclusões e ensinamentos adquiridos com a responsabilidade de ser “mãe solo”. Termo que Titi Müller usa com frequência ao se comunicar com seus seguidores.

A apresentadora comunica que o músico havia combinado estar presente na consulta médica do pequeno Benjamin, mas justificou que não estaria por apresentar sintomas de Covid-19. “Eu falei que ia com o pai da criança em uma consulta arrastado. Vou sozinha! Preciso correr para pegar o meu filho. Uma vez por semana a pessoa (Tomas) aparece com sintoma de Covid-19 e não quer pegar o filho. Hoje eu ofereci um teste de Covid-19 e ele não quis fazer. Acabou que eu vou levar sozinha em mais uma consulta médica”.

Ainda no desabafo, Titi Müller diz que o que ela fala ainda é pouco perto do que ela deixa de comentar publicamente sobre o ex-marido. “Vocês não têm noção do quanto eu falo pouco. Eu acho que só quem tem noção mesmo são as minhas advogadas criminalistas e a advogada que fez o nosso termo de divórcio. Eu realmente falo pouco”.

Titi e Tomás se casaram em setembro de 2019 e ficaram casados por pouco menos de dois anos, anunciando a separação em agosto de 2021.