Fechar

EXCLUSIVO Sertanejo Zé Neto entra com ação judicial contra Luísa Mell

Ativista acusou o artista de maus-tratos aos animais durante uma romaria; cantor pede uma indenização de R$ 30 mil

Erlan BastosColunista do EM OFF

A apresentadora e ativista Luísa Mell vai enfrentar uma nova briga judicial. O cantor sertanejo Zé Neto, da dupla com Cristiano, está processando a famosa defensora dos direitos do animais depois de uma série de publicações feitas por Luísa em suas redes sociais. Nas postagens, ela acusa o artista de maus-tratos aos animais durante uma romaria organizada pelo cantor, no final do mês passado.

Para pagar uma promessa, o cantor organizou uma caravana que saiu de Camanducaia, no interior do Estado de São Paulo, e seguiu até a cidade de Aparecida, onde fica a Basílica de Nossa Senhora Aparecida. Na romaria, o famoso percorreu o trajeto montado em burros. Revoltada, a ativista correu às redes sociais e criticou a atitude do cantor, que negou qualquer tipo de maus-tratos aos bichos.

Diante os ataques da apresentadora, Zé Neto entrou com uma ação na Justiça pedindo não apenas uma indenização por danos morais de R$ 30 mil como também a retratação pública de Luísa Mell. A defesa do cantor sertanejo também solicita que a ativista seja proibida de divulgar “inverdades” a respeito do famoso. O documento, ao qual o EM OFF teve acesso com exclusividade, traz detalhes da ação movida contra a loira.

Segundo o texto, a plano da caravana era percorrer aproximadamente de 141 quilômetros em cinco dias. A defesa de Zé Neto assegura que “os animais que costumam ser utilizados recebem acompanhamento médico veterinário durante o ano todo, sendo feitos diversos exames” e que, durante o trajeto, “foram realizadas paradas em pousadas diferentes, para o descanso de todos, sendo que os animais foram tratados, em cada um dos dias, com feno e ração, hidratação, além do descanso“.

Continua após a publicidade

Se defendeu

Ainda segundo a ação, dois veterinários acompanharam a caravana e todos os animais passaram por uma série de exames antes do início do trajeto. No dia 29 de setembro, no entanto, Luísa Mel fez um vídeo em seu Instagram no qual, segundo a defesa, “mais do que simples críticas ao autor [Zé Neto], construiu uma narrativa totalmente inverídica e absurda” contra o sertanejo.

O cantor Zé Neto resolveu fazer uma promessa, mas quem vai pagar é o burro. O animal será obrigado a andar 1.180km com o cantor montado nele. Obviamente fiquei indignada. Se a promessa é um sacrifício que a pessoa vai fazer, qual o sentido em condenar um animal a pagar“, questionou a ativista. “Pq não vai a pé? Pq não vai de bicicleta? Pq não ajoelha no milho?“, completou.

Aqui não abaixamos a cabeça para exploradores de animais, nem para machistas escrotos“, reforçou a famosa. O processo aponta ainda que a apresentadora usou imagens de cavalos feridos e mortos, inclusive de um animal que foi jogado de uma ponte, “de tal maneira que geraram a impressão no público de estarem ligadas à Romaria da qual o Requerente [Zé Neto] participava“.

Na ação, a defesa do sertanejo anexou diversos documentos de exames que comprovariam a saúde dos animais. No texto, o sertanejo ainda ressalta que as falas de Luísa Mell “repercutiram de maneira tão negativa que diversos comentários depreciativos e incitadores de discurso de ódio” começaram a surgir tanto nas redes sociais da ativista, quanto nas do músico.

Diante a situação, Zé Neto pede que a apresentadora Luísa Mell remova os vídeos nos quais ele é citado do seu perfil no Instagram, além de uma “indenização por danos morais, em razão da angústia e demais transtornos” no valor de R$ 30 mil. Ele também solicita que a ativista se abstenha “de divulgar novas ofensas e informações falsas e depreciativas” a seu respeito e, por fim, que a famosa se retrate “publicamente, com ampla divulgação, em suas redes sociais“. (Colaborou Danilo Reenlsober)

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff