Fechar

EXCLUSIVO Gui Napolitano comete erro em processo movido contra Tierry

Modelo e ex-BBB entrou com uma ação contra o cantor, mas TJSP decidiu pela extinção do processo

Erlan BastosColunista do EM OFF

No mês passado, o EM OFF publicou com exclusividade que o modelo e ex-participante do BBB20 Gui Napolitano entrou na Justiça contra o cantor Tierry. O ex-brother não gostou de ver seu romance com a cantora e também ex-BBB Gabi Martins, atual companheira do sertanejo, sendo chamado de “fake” e alegou que teve sua honra atacada.

Porém, o que tinha tudo para ser uma briga judicial, acabou se tornando um grande nada. O juiz do TJSP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo) responsável pelo caso decidiu extinguir o processo movido pelo modelo e ex-BBB contra o cantor. De acordo com o texto da decisão, Gui Napolitano deixou de providenciar os meios para a citação do réu, ou seja, na ação que entrou contra o artista, ele não informou o endereço correto de Tierry.

Incumbe ao autor o ônus processual de promover a citação do ré“, diz um trecho da decisão do juiz, a que a coluna Erlan Bastos EM OFF teve acesso com exclusividade. “Se deixa de fazê-lo, torna-se impossível o prosseguimento do processo (…), tratando-se de omissão na indicação do endereço da parte ré ou ato essencial à citação da parte contrária“, completa.

Na ação agora extinta, Gui Napolitano dizia que teve a imagem vinculada a várias notícias e comentários de cunho pejorativo depois que Tierry se referiu ao romance com Gabi como “fake”. No processo, o ex-BBB pedia não apenas uma indenização de R$ 15 mil, como também que o cantor apagasse publicações, fizesse um pedido de desculpas e fosse proibido de citá-lo novamente.

Continua após a publicidade

Numa publicação feita em dezembro de 2020, Tierry fala de maneira debochada sobre o relacionamento entre Gui e Gabi. “Papo construtivo e esclarecedor. Agora se calar por que uma mulher livre não aceitou mais ser subjugada a um relacionamento fake é demais. E Digo mais eu estou aqui desafiando a pessoa que postou os prints a postar o real! Nunca fiquei com ninguém estando casado“, escreveu ele, em seu perfil no Twitter.

No documento, Gui Napolitano detalhava sua relação com a cantora e dizia que os dois optaram “consensualmente pelo término do relacionamento de forma pacífica, amigável e pública“. Ele ressaltava, porém, que começou a ser “alvo” de comentários e reportagens pejorativas logo após o início do relacionamento entre Gabi Martins e Tierry, além de receber ofensas do próprio cantor.

Em razão da declaração irresponsável e desnecessária do réu [Tierry], já que cada um seguiu sua vida, encontrando-se ambos em novos relacionamentos, o autor recebeu enxurrada de críticas vindas dos fãs e seguidores do cantor e de toda a mídia, sendo acusado implicitamente de subjugar uma mulher á um relacionamento FAKE“, apontava o ex-brother.

Para justificar o pedido de indenização por danos morais, Gui Napolitano dizia no texto que diante “tudo que foi abordado, não é forçoso imaginar a dor moral que o Autor vem sentindo ao ter sua honra e imagem atacadas com tamanha agressividade nas redes sociais pessoais do Réu, além de lhe trazer prejuízo profissional, uma vez que sua reputação como jornalista e figura pública está diretamente relacionada à sua imagem, que não tem como ser dissociada da sua imagem pessoal e vida privada“.