Fechar
Negou

Jogador do Corinthians é acusado de estupro de vulnerável

O zagueiro Robson Bambu foi acusado por uma jovem de abuso sexual na última quinta-feira

Erlan BastosColunista do EM OFF

O jogador do Corinthians Robson Alves de Barros, conhecido como Robson Bambu, foi acusado de estupro de vulnerável por uma jovem de 25 anos. O crime teria ocorrido na semana passada, em um hotel localizado na Vila Formosa, na capital de São Paulo, após o jogador deixar um balada na companhia de um amigo e duas mulheres. Em nota, o jogador negou a acusação, definindo-a como “fantasiosa”.

O EM OFF teve acesso ao boletim de ocorrência registrado pela jovem. Segundo o texto, o crime teria ocorrido na quinta-feira passada (03). Ela foi convidada por um empresário, amigo de Robson, para ir à uma balada no bairro de Tatuapé, na Zona Leste de São Paulo. A vítima e uma amiga se dirigiram ao local numa viagem paga pelo empresário e lá encontraram com o jogador.

Ainda de acordo com o depoimento da vítima à polícia, ela e a amiga chegaram ao local por volta das 1h30 e deixaram a festa por volta das 6h30. Os quatro se dirigiram para um hotel no carro do amigo de Robson. Lá, ela e o empresário foram para um quarto no oitavo andar, enquanto a amiga acompanhou o zagueiro do Corinthians até um quarto no quinto andar.

A jovem disse que manteve relações sexuais com o empresário e que o ato foi consensual, porém, não se lembra dos detalhes devido ao consumo de bebidas alcóolicas na festa. Ainda de acordo com o depoimento, a vítima disse que acabou pegando no sono e foi surpreendida ao acordar e ver Robson nu, deitado sobre seu corpo. Ela também estava nua.

Continua após a publicidade

A vítima disse ainda que, ao acordar, percebeu que Robson introduzia o dedo dele em sua vagina. O empresário e amigo do jogador também estava no quarto e assistia tudo. Diante do susto, a jovem afastou Robson com um empurrão, vestiu-se e deixou o quarto. Ela disse ainda que o jogador foi atrás dela, pedindo calma e negando ter cometido qualquer tipo de violência sexual contra ela.

O depoimento da amiga da vítima é parecido. Ela disse à polícia que acompanhou a amiga até uma balada e, de lá, foi para o quarto de hotel com Robson. Ambos mantiveram relações consensuais, mas, ao acordar, por volta das 11h30, percebeu que estava sozinha. Em seguida, a amiga bateu na port e pediu que elas fossem embora, pois tinha sido vítima de abuso.

Ao site Gazeta Esportiva, o Corinthians emitiu uma nota falando sobre a acusação. A equipe paulista reitera, no texto, que não compactua com nenhum tipo de violência. “O Sport Club Corinthians Paulista tomou conhecimento do boletim de ocorrência feito contra o atleta Robson Bambu. O Clube não comentará o tema até que todos os fatos sejam esclarecidos mediante apuração. O Corinthians reitera que não compactua com nenhum tipo de violência“.

A assessoria de imprensa do zagueiro também se pronunciou e disse que a acusação é uma história “fantasiosa e sem sentido”. “É fantasiosa e sem sentido a história contada à Polícia envolvendo o jogador Robson Alves de Barros. O atleta não compreende as razões que motivaram a denunciante, mas já acionou seus advogados e está absolutamente seguro de que as investigações mostrarão que é inocente“. (Colaborou Danilo Reenlsober)