Fechar
Entrevista

‘A gente não vai deixar a Marília morrer, não’, diz Dona Ruth sobre a filha

‘Ela ria alto, falava alto. Tudo dela era muito intenso. Tem um silêncio hoje’, diz mãe de Marília Mendonça

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Neste domingo (14), o ‘Fantástico’ exibiu uma entrevista inédita com Dona Ruth Moreira, a mãe de Marília Mendonça. Renata Ceribelli esteve na casa da cantora, em Goiânia, na última sexta-feira (12) – uma semana após o acidente com o bimotor em Caratinga que vitimou a cantora, o tio dela, o produtor Henrique Bahia, o piloto e o co-piloto. “Nós éramos muito unidos. Ela ria alto, falava alto. Tudo dela era muito intenso. Tem um silêncio hoje. A gente consegue ouvir a risada dela no coração da gente. Ela tá aqui em todo o canto dessa casa”, disse Dona Ruth.

A mãe de Marília explica como está conseguindo suportar a ausência da filha: “Ela queria que eu fosse forte. Eu estou sendo muito porque sei que era isso o que ela queria. Marília era super mandona, queria comandar tudo. Os dois (Marília e o irmão, Gustavo, de 20 anos) brigavam muito porque ela queria mandar nele. Mas era com muito amor. Ela dizia que era o pai, o provedor da casa, e eu era a mãe”, lembrou.

Na opinião de Dona Ruth, a pandemia foi benéfica porque deu tempo de ela cuidar do filho dela. A rotina de shows de Marília a fazia passar muuto tempo na estrada, longe do filho. Léo, aliás, ainda não sabe da morte da mãe: “Para o Léo, a mamãe foi trabalhar. Se ele olhar a porta do quarto dela fechado, ele quer bater e entrar. A gente vai devagarinho contar. Dizer que ela virou uma estrelinha… Vai chegar a hora certa. Não tivemos tempo de ter um luto. Começamos segunda-feira as reuniões para resolver as questões de guarda…”.

Por falar em guarda, Léo continua morando com a avó materna. Murilo Huff, pai da criança, concordou em ter a guarda do filho compartilhada. “Nós vamos criar o Léo nesse clima aqui, de paz e amor”. Dona Ruth conta que viveu dias difíceis: “Eu chorei muito dois dias. Eu tenho meu neto. Se ele me vir chorando, ele vai desesperar. Nos primeiros dias, eu chorava, urrava por dentro. Aí enxugava o olho, descia e vinha brincar com ele, jogar bola”.

Continua após a publicidade

Dona Ruth lembrou da infância de Marília e João Gustavo. “Foi de muita luta. Criei a Marília e o Gustavo sozinha. Eu tinha que trabalhar. Marília cuidava dele. Eu saía para trabalhar e deixava o lanchinho dele pronto”.

O talento de Marília foi descoberto ainda na infância por Dona Ruth: “A gente sempre foi evangélico. Levei ela com 7 ou 8 aninhos para cantar na igreja. Eu vi o talento dela quando ela cantou na escolinha pra mim. Ela cantou no Dia das Mães: ‘eu tenho tanto pra te falar…’ Tão afinada… Na banheira, pequeninha, ela cantou ‘O som da viola bateu, o meu peito doeu, meu irmão’, ela fez essa (música), acho que ela tinha 4 aninhos”, rememorou

Dona Ruth ainda falou sobre o caderno da filha, que foi encontrado nos destroços do avião. Ela diz que ainda não leu o que está escrito: “A vida dela está mais ou menos aqui dentro desse caderno. Tem até músicas inéditas. Chegou fechado. Não abri. Por enquanto eu não tenho curiosidade de abrir. Tenho muita saudade. Cheiro o travesseiro dela. Cheiro as roupas dela no closet. Não mexi em nada”.

A mãe de Marília lembra do último adeus que deu à filha: “Quando ela saiu, eu disse: ‘eu te amo’. Eu sempre digo ‘eu te amo’ para os meus filhos. Era 15h15 eu estava falando com meu irmão. Ele disse que estavam pousando”.

Dona Ruth recebeu a notícia da morte da filha através de uma pastora, que estava na casa dela: “Eu desmaiei. No momento, o momento é de dor. Aí passa, vai ficar a saudade”.

A mãe de Marília fez aniversário um dia antes do trágico acidente: “No meu aniversário, ela me deu uma cesta de café da manhã com uma mensagem linda. Se eu soubesse que era uma despedida, eu tinha abraçado ela mais, tinha beijado ela mais… Essa lembrança foi a última que ela deixou. Nós estamos fortes por causa das orações de vocês. A gente não vai deixar a Marília morrer, não”.

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff