DESABAFOU

Alexandre Frota afirma que poderia ter evitado morte de Daniella Perez

Papel de Guilherme de Pádua em 'De Corpo e Alma' foi escrito para o deputado federal

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Alexandre Frota acredita que poderia ter evitado a morte precoce e trágica de Daniella Perez. Em um dos episódios da série documental ‘Pacto Brutal’, que aborda o assassinato da atriz, é revelado que o papel vivido por Guilherme de Pádua, na novela ‘De Corpo e Alma’ de Glória Perez, teria sido escrito para Frota. 

Mas ele teve que cancelar sua participação na trama. Com a mudança, Bira acabou sendo interpretado por Pádua, que, pouco tempo depois, mataria Daniella Perez.

“Sempre falo para as pessoas: se eu tivesse feito a novela, a história teria sido diferente. Daniella estaria viva e nada disso teria acontecido.”, pontuou o deputado federal (PSDB-SP).

Ele continua: “Infelizmente, vários fatos ocorreram e o Guilherme acabou fazendo esse personagem e cometendo esse crime brutal, esse assassinato que até hoje não dá para aceitar”.

Em decorrência de um desentedimento com o diretor, ele foi impedido por Lombardi para participar da novela de Gl´ória Perez. “A gente teve um atrito, mas hoje já estamos bem. Jantamos juntos, nos abraçamos. Mas na época, ele fez isso por retaliação: não me liberou para fazer o personagem do Bira”, declarou.