Fechar

EXCLUSIVO Ana Paula Renault vai à Justiça após ser afrontada por Sikera Junior

Jornalista pede condenação do apresentador da RedeTV! a indenizá-la por danos morais

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Ana Paula Renault entrou com uma ação judicial contra o apresentador Sikera Junior, pedindo uma indenização por danos morais. Todo o imbróglio teve início com a participação da jornalista no Programa Raul Gil, do SBT, no quadro ‘Pra Quem Você Tira o Chapéu’.

Na ocasião, Ana se deparou com o nome do comandante do ‘Alerta Nacional’, da RedeTV!, e afirmou que não tiraria o chapéu para o apresentador em virtude de suas opiniões polêmicas e controversas e de seu envolvimento com matérias sensacionalistas.

Segundo narram os advogados da apresentadora, após o episódio, Sikera compartilhou um vídeo com informações falsas, graves e prejudiciais à honra e à imagem de Ana Paula, com a clara intenção de ofendê-la e desmoralizá-la perante seu público. As imagens divulgadas pelo apresentador contém trechos da participação de Ana no programa do Raul Gil, junto a uma série de matérias que falavam sobre o desligamento dela do SBT.

A maioria das reportagens do vídeo se referia à Ana como uma pessoa ‘barraqueira’, difícil de lidar, além de dizer que ela teria sido expulsa do SBT após ataques de estrelismo e por ter irritado o dono da emissora, o apresentador Slvio Santos.

Continua após a publicidade

Segundo sustenta a defesa de Ana, as informações veiculadas seriam totalmente falsas, uma vez que a jornalista jamais deu início a ‘barracos’ ou escândalos dentro da emissora, além de jamais ter arrumado confusão ou ter se metido em brigas com colegas de trabalho. Alega ainda que ela não foi pivô de qualquer situação semelhante.

O caso teria sido tão absurdo que o próprio SBT teve que se pronunciar publicamente, informando que o desligamento de Ana Paula da emissora se deu de forma cordial e respeitosa, sendo inverídicas as publicações em sites e veiculadas na TV, que manchavam a imagem da jornalista.

Para agravar a situação, os advogados de Ana também alegam que a matéria mentirosa ainda estaria disponível na página de Sikera, no Instagram – que conta com mais de 6,3 milhões de seguidores, mesmo após o pronunciamento do SBT desmentindo os boatos. Argumenta-se ainda que as matérias veiculadas e endossadas por Sikera Junior contribuiriam para construção de um imaginário popular extremamente prejudicial e capaz de macular a carreira de Ana Paula.

A jornalista chegou a ser abordada no prédio em que morava e questionada se realmente tinha agredido ou se envolvido em confusões dentro do SBT, como afirmava a mídia, à época. Desta forma, Ana Paula Renault iniciou o processo com um pedido de Tutela Provisória de Urgência que determine a retirada do conteúdo do Instagram do apresentador, uma vez que, a cada dia que se passa, mais pessoas tomam conhecimento das informações falsas que constam no vídeo. A ex-Fofocalizando ainda solicitou que Sikera Junior seja condenado a indenizá-la no valor R$ 10 por danos morais.