ExclusivoAndré Gonçalves é preso por não pagar pensão alimentícia

O ator deve usar tornozeleira eletrônica e cumprir prisão domiciliar

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

André Gonçalves, 46 anos, passou uma noite na cadeia José Frederico Marques, em Benfica, na Zona Norte do Rio, por conta do não pagamento de pensão alimentícia de Valentina Benini, 18 anos. O ator foi preso nesta quinta-feira (7) e liberado no dia seguinte após uma audiência de custódia.

Segundo fontes da coluna, Gonçalves chorava muito durante toda a audiência. O ator vai cumprir a pena em casa, usando tornozeleira eletrônica por 60 dias. A justiça decretou a prisão do ator por ele deixar de honrar com o pagamento do valor desde 2007, que à época seria de R$ 4,5 mil mensais.

O processo é movido pela mãe da jovem, a jornalista Cynthia Benini, cujo relacionamento com André durou quatro anos. A dívida com Valentina já passa da casa dos R$350 mil. Em entrevista ao jornal O Globo, ele revelou que tentou um empréstimo de R$ 450 mil, mas foi negado. Danielle Winits, esposa do ator, teria oferecido ajuda, mas ele afirma ter recusado. 

O pré-candidato a deputado estadual pelo Rio de Janeiro teve sua prisão domiciliar decretada em novembro pela Justiça de Santa Catarina, mas não chegou a usar tornozeleira eletrônica por não ter sido encontrado. 

Este não é o único imbróglio familiar que Gonçalves está envolvido.  Em 11 de dezembro do ano passado, veio a público um outro pedido de prisão domiciliar, agora no Rio de Janeiro. O ator deixou de pagar pensão alimentícia à filha mais velha, Manuela. A jovem completará 23 anos em fevereiro e move o processo desde que chegou à maioridade. 

Manuela é fruto do relacionamento do ator com a também atriz Tereza Seiblitz, 58 anos. Segundo a jovem, a pensão não é paga corretamente há mais de 10 anos. O valor da dívida ultrapassa o valor de R$100 mil. 

A estudante acaba de produzir um filme sobre o tema “ausência paterna”, baseado em suas vivências pessoais. O média-metragem será apresentado como trabalho de conclusão do curso Comunicação Social/Cinema na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

“Chorei muito editando esse filme, durante todo o processo”, disse Manuela através dos Stories do Instagram. “O filme é sobre a ausência paterna e seus desdobramentos”, declarou em outro post. 

Desde que esteve no centro das atenções por conta de questões judiciais, André raramente aparece em eventos. Mas no dia 1° de julho, o artista prestigiou a esposa que está em cartaz com a peça “A Mentira”, dirigida por Miguel Falabella.