Fechar
internada

Andressa Urach revela motivo de hipertensão

‘Tive um estresse muito grande na quinta-feira, porque teve a primeira audiência contra a Igreja Universal’, relatou

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Internada desde o fim de semana após ter sofrido contrações e pressão alta, Andressa Urach apareceu em seu canal do Youtube para atualizar os fãs sobre o seu quadro de saúde.  A modelo relatou sobre o seu terceiro dia no hospital, e contou os motivos que a fizeram passar mal e ter um pico de pressão alta que a levou à internação.

“O que desencadeou tudo isso foi o estado emocional. Vários fatores. A parte emocional mexe muito com a gente, especialmente estando grávida. Eu fiquei muito preocupada com medo de não conseguir amamentar o Leon. Também tive um estresse muito grande na quinta-feira, porque teve a primeira audiência contra a Igreja Universal. Estou em ação contra eles. Depois de um ano teve a primeira audiência. Eu fiquei muito triste porque eles querem ir até o fim. Para eu poder tentar reaver esse dinheiro, tenho que pagar quase R$ 50 mil e não tenho esse dinheiro. Fiquei bem nervosa, porque achei que eles iam tentar fazer algum acordo, mas eles foram bem rudes e vão tentar ir até o fim. Eu fiquei bem chateada e isso me machuca muito. Esse foi um dos motivos que a minha pressão subiu nas alturas”, contou ela.

Desde que foi internada, Andressa passou a tomar uma série de medicamentos para estabilizar a pressão. “Já estou no quarto. Tomei um remédio bem forte para controlar as contrações. Estou com muita ânsia de vômito, mas a pressão já está baixando e isso é um ótimo sinal. Faz dois dias que estamos tentando controlar a pressão. Vou começar a tomar um remédio bem controlado e acho que agora vai começar a fazer efeito”, disse ela, que chegou no hospital com 18×11 de pressão.

Andressa disse que nnão há previsão de alta. “Estou tomando muitos remédios bem fortes para segurar o León. Já tomei remédio para amadurecer o pulmãozinho dele. Não tenho previsão de alta. Pelo menos aqui eu me comporto! Se eu tivesse em casa, certamente estaria limpando, agora. Mesmo não podendo”, contou ela.

Continua após a publicidade

E continuou: “Quase que ele veio ontem. Quase! Se não fossem os médicos segurarem ele nesses dois dias, ele já estaria aqui, e isso seria ruim. Como ele ainda é pequenininho, teria que ficar provavelmente na encubadora, e eu não conseguiria ficar com ele. Seria mais uma preocupação. Então, optamos por, em vez de fazer cesárea, tentar segurar até a gente conseguir, porque ele só está com trinta e duas semanas”.