detonou!

Anitta fala sobre política e critica Bolsonaro em programa de TV na França

'Eu não o menciono pelo nome, não deve ser mencionado para não trazer energia ruim', disparou a cantora

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Anitta participou do programa ‘Le Quotidien’, do canal TMC, na França, e aproveitou o espaço para criticar o Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Ao falar sobre política, a cantora disse que não concorda com o que o político faz e que não fala o nome dele, para não atrair uma energia ruim.

“Eu não o menciono pelo nome, não deve ser mencionado para não trazer energia ruim. Gosto de passar para o meu público o que eu penso sobre política também. Eu não estou de acordo com que esse presidente faz”, disse ela.

Anitta também falou sobre seus clipes e danças sensuais em torno deles. Ao serem exibidos trechos de ‘Girl From Rio’ e ‘Envolver’, a cantora revelou que gosta de dirigir os vídeos para passar corretamente a mensagem que ela quer aos fãs. Além disso, a poderosa contou que gosta de quebrar os tabus em torno do machismo.

“Os brasileiros são muito livres. A gente gosta de liberdade. Eu gosto de passar a mensagem de que a gente pode fazer o que a gente quiser, homem, mulher… Eu penso que existe uma cultura de que os homens podem fazer tudo e quando as mulheres fazem as mesmas coisas que os homens, elas são julgadas. Então, eu gosto de quebrar esse tabu e mostrar pras pessoas que a gente também pode”, falou Anitta.

Sobre estar por trás da direção de seus clipes, Anitta completou: “Eu adoro dirigir meu próprio clipe. O vídeo é uma extensão da música e eu posso dar a mensagem do que eu quero falar. No clipe de ‘Girl From Rio’, eu quis passar a mensagem, de quando a Bossa Nova era muito grande, onde eu trago o Rio de Janeiro chique de Carmem Miranda, dos anos 50 e a versão do Brasil da favela, onde eu nasci de cresci. Eu gosto de trazer essa mistura”.