já escolheu o voto

Anitta volta atrás em decisão política e declara voto em Lula

A cantora fez uma série de postagens do Twitter e explicou os motivos de votar no ex-presidente nas eleições de outubro

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Anitta usou as redes sociais, nesta segunda-feira (11), para comentar a tragédia envolvendo o tesoureiro do PT que foi morto a tiros em Foz do Iguaçu. A cantora repudiou o ataque sofrido por Marcelo Arruda, que estava comemorando seu aniversário, na noite de sábado (9), quando foi baleado por Jorge Guaranho, que nas redes sociais se identifica como apoiador do presidente Jair Bolsonaro.

Anitta fez uma série de postagens sobre o assunto no Twitter e declarou seu voto em Lula, nas eleições que acontecerão em outubro deste ano. “Se não houvesse uma morte envolvida neste caso do apoiador de Lula que foi atacado por um bolsonarista, eu diria que a burrice dessas pessoas chega a ser engraçada. Mas não. É apavorante. Pois muito que bem. Eu havia falado aqui nas redes que não apoiaria Lula nas eleições por querer algo novo e diferente, para que o Brasil experimente um meio termo entre os ideais da população dos dois lados e realmente pudesse tentar algo diferente do que já tivemos no passado”, começou tuitando a funkeira.

Em seguida, ela disparou: “Mas a postura extramemente agressiva e anti democrática dessa gente, não me deixa outra opção. É LULALÁ… Seus burros, agressores, autoritários e violentos. Que paguem o preço de ter a pessoa que vocês mais odeiam no comando novamente, só pela burrice e falta de caráter de querer resolver as coisas na violência e na intolerância”, escreveu.

Anitta abriu publicamente seu voto no ex-presidente Lula, mas pontuou que lutará por uma novidade nas próximas eleições. “A partir deste momento, eu sou Lulalá primeiro turno. E lutarei por uma novidade na politica presidencial brasileira nas próximas eleições”, declarou.

A funkeira ainda aproveitou o momento para mandar um recado para os críticos de plantão. “E pros soldadinhos do ‘Voldemort’ que vieram falar: ‘vai lá defender ex presidiário’. Pois é ex presidiário? Então sim, porque ex presidiário também é gente e uma das minhas crenças políticas é que o sistema carcerário brasileiro dê oportunidades aos presos de aprenderem coisas novas, terem a oportunidade de mudar de vida e se reinserir na sociedade diminuindo a reincidência criminal”, falou.

Ela continuou: “E é isso aí… Que ex presidiário tenha condições de mudarem suas perspectivas de vida enquanto estão dentro da prisão, saindo de lá com esperança de um futuro digno e oportunidades fora do crime. Apoio sim. Boa noite, gentalha, que acha que quem pensa diferente de vocês tem que morrer”.

Por fim, Anitta afirmou não ser petista, mas que fará de tudo para, este ano, conseguir fazer Lula bombar e vencer as eleições. “Não sou petista e nunca fui. Mas este ano, estou com Lula e quem quiser minha ajuda pra fazer ele bombar aqui na Internet, Tik Tok, Twitter, Instagram é só me pedir que, estando ao meu alcance e não sendo contra lei eleitoral, eu farei”, finalizou.