Fechar
quebrou o silêncio

Antônia Fontenelle se pronuncia sobre nova condenação judicial

Influenciadora demonstrou não estar abalada com mais uma derrota para os irmãos Neto

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Depois de ser condenada pela terceira vez, em processo movido pelo youtuber Felipe Neto, Antônia Fontenelle foi às redes sociais falar sobre a mais recente sentença da ação em que ela é ré por associar a imagem dos irmãos Felipe e Luccas Neto ao crime de pedofilia.

A influenciadora digital foi condenada a um ano de detenção e 52 dias multa, pena que foi convertida a prestação de serviços comunitários. Mas para ela, as derrotas judiciais não a atingem.

“Eu sou pau de dar em doido. Se tem uma coisa que não me derruba é pressão. Desistam. Soube que fez até uma live chorando. Não está cedo pra chorar não, Felipe Neto? Quem não te conhece que te compre, Felipe Neto. Você pode até enganar seus adolescentes e crianças que te seguem… Isso não vai me pressionar”, declarou.

Ela ainda deixou claro que a briga com Felipe Neto na Justiça está apenas no começo e que vai recorrer da decisão, que é de primeira instância. “Vê se isso tem base, gente. Eu vou recorrer e, por último, se eu continuar sendo condenada, eu vou presa, varro rua, porque se tem uma coisa que eu não tenho problema é com trabalho. Não tenho o menor problema, mas nada vai mudar o que os irmãos Neto são”.

Continua após a publicidade

A ex de Marcos Paulo também deixou claro que não se arrepende de nada e que jamais entrará com um pedido de desculpas para as partes envolvidas, no caso, os irmãos Neto.

“Não vou abaixar a cabeça pra ninguém, não vou admitir sacanagem comigo, jamais. Não vou pedir desculpas ao errado jamais. Todas as vezes que sento na frente de um juiz em uma cadeira de réu, eu tenho o dom da comunicação e explico e provo direitinho o motivo pelo qual estou lá. Se ainda assim o juiz entender que a errada sou eu, me cabe recorrer e falar: continua que a errada não sou eu. Vai do entendimento de cada um”, disse.

E ainda tranquilizou os amigos que estão entrando em contato para saber da novidade processual. “Gente, é mais do mesmo. Felipe Neto, Luccas Neto… Eu fiz um vídeo questionando eles pelo mau comportamento perante crianças e adolescentes, uma vez que eles são milionários que ganham dinheiro de pais que não prestam atenção em o que os seus filhos consomem”.

A acusação e a sentença

Antonia publicou um vídeo editado que associava os dois youtubers – Felipe e Lucas Neto – à incitação e à prática de pedofilia. Na fundamentação da sentença, o juiz considerou que, mesmo após a influenciadora tomar conhecimento que o vídeo em questão compartilhado por ela era editado, “corroborou” à imputação de pedofilia.

“A querelada vem a afirmar conhecimento quanto a edição do vídeo que lhe deu base para as imputações anteriores, e mesmo assim, em corolário a essas últimas postagens procura corroborar com a imputação de pedofia”, disse o magistrado.

Os crimes pelos quais Antônia foi condenada são calúnia (art. 138) e difamação (art. 139) do código penal. Em sua decisão, o juiz do caso ainda interpretou que Fontenelle tinha o desejo de fazer críticas de maneira severa. Antônia foi condenada a um ano de detenção e 52 dias multa. Ela ainda vai ter que pagar as taxas judiciárias.

Tags Relacionadas: