Fechar

EXCLUSIVO Após mal-entendido, Safadão fala da relação com os fãs: ‘história muito bonita’

‘Quero agradecer o carinho, o amor que eles têm por mim, que é recíproco demais’, disse o cantor

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Wesley Safadão se viu no meio de uma polêmica neste domingo (15), após um vídeo, feito para prejudicá-lo, viralizar nas redes sociais. O cantor aparecia dizendo ‘não encosta, não chega perto de mim’, enquanto uma fã pedia para tirar uma foto. Após a repercussão, o sertanejo chegou a usar o Instagram para dizer que tudo não passou de um mal-entendido e que, na verdade, a frase era para um segurança. 

Em entrevista para esta coluna, Wesley Safadão detalhou todo o acontecimento e esclareceu que não curte cordão de isolamento, pois gosta de falar e atender todo mundo que pede fotos. Além disso, ele falou sobre a sua boa relação com os fãs, como já deixou claro em vários momentos nas redes sociais, e agradeceu o carinho de todos.

“Se eu fosse essa pessoa que saiu hoje, eu acho que eu não estaria há 20 anos aqui, não teria como. A gente [os fãs e eu] tem uma história muito bonita, foi construído algo muito bonito. E tudo isso hoje é, principalmente, graças a eles e as pessoas que torcem pelo nosso sucesso”, falou Wesley. 

O cantor também falou sobre os seus mais de 1.500 fã-clubes espalhados pelo Brasil. “Eu fico feliz de quando eu vou ver os comentários e muita gente que me conhece está na internet brigando por mim, dizendo que eu não sou isso, que não sou essa pessoa. E pra mim, é isso que mais importa, é o que me deixa feliz”, disse ele, que continuou: “Graças a Deus, durante esses anos, tenho mais de 1.500 fã-clubes cadastrados, com uma média de 10/15 pessoas cada. Então, tem muita gente em várias cidades e eu tenho contato com elas em todas as cidades que eu vou. Se eu fosse essa pessoa tão ruim como estão construindo, talvez eu não estivesse aqui“.

Continua após a publicidade

Safadão ainda aproveitou para agradecer o carinho de todos. “Quero agradecer o carinho, o amor que eles têm por mim, que é recíproco demais. Sou muito grato a Deus por toda a nossa história”, falou o cantor.

Sobre o mal-entendido no show deste sábado (14), em um show em São Luís, no Maranhão, Wesley Safadão detalhou pra esta coluna como tudo aconteceu. “Assim que eu cheguei, tinha um cordão de isolamento que os seguranças do evento fizeram. E eu chego pro meu produtor e falo: ‘Eduardo, desmancha isso aí, não precisa desse cordão de isolamento’, quem trabalha comigo já sabe. Aí eu faço foto com todo mundo que estava lá, entro para o meu camarim, faço o meu procedimento normal que é de atender imprensa, os fã-clubes, os contratantes, no total são uma média de 60 pessoas que se atende antes do show”, começou contando.

Ele continua: “Eu não queria cordão de isolamento, porque é uma coisa que eu particularmente não gosto, não gosto de segurança nas minhas costas meio que empurrando ‘vamo, vamo, vamo’. Quando eu saio, tem um rapaz que bota a mão no meu ombro, e eu digo ‘gente, não quero gente atrás de mim não’. Então, quando eu falo ‘gente atrás de mim’, eu me refiro ao segurança. Eu gosto de ir do meu jeito. A voz da menina que sai no vídeo dizendo ‘tira uma foto comigo’, é da mesma menina que aparece logo depois tirando foto comigo. Inclusive eu até pedi desculpas pra ela nas redes sociais, dizendo ‘ó, se você se sentiu ofendida, não foi com você'”, esclareceu.

Wesley seguiu: “Foi um rapaz que fez o vídeo e o que parece é que é uma menina filmando e dizendo ‘tira uma foto comigo’, e ela estava um pouco mais a frente, na verdade. No vídeo que eu publiquei dá pra ver que eu falo, na verdade, com o segurança. Mas por que eu falei isso? Porque na minha chegada, eu já tinha combinado com eles, dizendo ‘gente, eu não gosto disso. Obrigado pela preocupação, mas podem soltar as mãos aí, podem ficar tranquilos'”.

O sertanejo também contou que o seu segurança mesmo, que também é seu produtor e já conhece todos os procedimentos que Wesley gosta de fazer com seus fãs, não estava no show de ontem. “Aí me perguntam ‘Wesley, você não tem segurança?’. Eu tenho segurança, só que eu tenho um show hoje e a logística estava muito ruim, e eu coloquei uma parte da técnica e o meu segurança, que na verdade eu chamo de meu produtor para irem pra lá. Ele era produtor da Solange e veio trabalhar comigo, e ele já está no show que eu vou fazer hoje, então ontem ele não estava comigo”, finalizou.