desabafo

Após ter seu relato questionado, Herica Oliveira detona Antônia Fontenelle e aponta xenofobia

Ex de Jonas Esticado fez um longo desabafo após a youtuber colocar em xeque seu relato por não ter enviado as provas solicitadas

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Herica Oliveira, ex-mulher de Jonas Esticado, fez um desabafo no Instagram, após ter procurado ajuda a youtuber Antônia Fontenelle, com objetivo de que seus relatos sobre o pai de seu filho pudessem alcançar um maior número de pessoas. No entanto, ela acabou se surpreendendo ao ter sua história questionada e ainda ter sido ‘julgada’ por Antônia por não ter enviado provas do que estava dizendo.

“No dia 08 de julho, recebi uma mensagem via WhatsApp, de uma pessoa se identificando como advogado passado por Antonia Fontenele. Imediatamente, encaminhei a mensagem para minha advogada, que me orientou a não enviar qualquer documento ou informação à apresentadora, já que não entendia como alguém se propunha a ajudar, desde logo indicando outro advogado, com clara falta de ética profissional em assediar cliente de outro colega. E por esta razão não enviei ou respondi qualquer mensagem enviada pela equipe da mesma.”, começou a influencer.

Ela lamentou que o fato de não ter enviado as provas ter servido como argumento para que fosse julgada e sua história fosse colocada em xeque. Ainda citou xenofobia da parte de Antônia: “Me custa acreditar que alguém que se diz defensora de mulheres, encarar meu silêncio como uma autorização para me julgar publicamente”, disse.

E continuou: “Ainda mais já sentenciando que uma pensão de 3,5 salários mínimos para mim, e 10 salários mínimos para meu filho seja ‘demais para alguém de Juazeiro do Norte’. Mesmo que o alimentante faça mais de 30 shows por mês, com cachês acima de 100 mil reais. Aliás, sua admiração tem nome: xenofobia”, apontou Herica.

Herica também rebateu a afirmação de Antônia de que Jonas Esticado teria enviado provas sobre uma casa onde os dois moravam quando casados, que ele alega ter deixado para ela. No entanto, o cantor disse à Antônia que Herica não quis morar no local e alugou o imóvel, tendo recebido mensalmente o valor do aluguel diretamente em sua conta bancária.

“Jonas não me deu casa alguma para morar. Ele saiu da casa que morávamos enquanto nosso apartamento não ficava pronto, e me deixou em um lugar cheio de mofo, sem qualquer segurança, em bairro distante para morar com nosso filho. O carro que alega ter me dado, é um veiculo que nem em meu nome está, para que eu possa dar de entrada em outro veículo, disse ela, que ainda expôs fotos da casa com a estrutura danificada e imagens do carro antigo com a lataria danificada.

Herica ainda mencionou que os R$ 16 mil que o artista fez questão de provar à Antônia que paga mensalmente de pensão, na verdade, não é o que ele gostaria de estar pagando: “Aliás, meu ex-companheiro não paga pensão por espontânea vontade. Recorre dos valores desde seu arbitramento”, afirmou.

A influenciadora chamou a youtuber de machista: “E eu não estou usando minha voz ‘porque fui largada e não superei’. Estou usando a única arma que tenho em um país tão machista quanto o seu comentário”, disse ela, que concluiu seu desabafo dizendo que errou ao depositar confiança em procurar Antônia Fontenelle para ter mais voz.

“Reconheço que foi meu o erro em procurar ajuda de apresentadora que em episódio tão recente demonstrou tamanho desprezo e falta de compaixão para com outra mulher. Lição aprendida”, completou ela ao citar o caso do estupro de Klara Castanho, que veio à tona após Antônia comentar publicamente sobre o caso, mas sem citar nomes.