Fechar
drama

Ator de ‘A Grande Família’ pede ajuda para pagar cirurgia

Marcos Oliveira, o Beiçola, relatou que está passando por uma situação delicada e precisa ajuda

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Intérprete de Beiçola, em ‘A Grande Família’, Marcos Oliveira usou seu Instagram neste sábado, 28, para relatar o drama que está passando e pedir ajuda financeira. O ator, de 66 anos, está com uma fístula na uretra e precisa fazer uma cirurgia.

“Estou precisando muito de ajuda. A coisa está barra pesada. Estou esperando para fazer a minha cirurgia da fístula que eu tenho na uretra, mas estou com a glicemia muito alta. Tenho marcado endocrinologista agora para o dia 7 e estou precisando de ajuda. Não é muito, mas se puderem me ajudar, eu vou agradecer muito, porque só estou eu e as minhas cachorras”, desabafou ele.

“Estou desde dezembro esperando a minha melhora, mas essa coisa do Estado, a gente fica na fila esperando, esperando..”, explicou. Por conta do problema de saúde, Marcos não está trabalhando. Ele relatou que quer voltar o quanto antes aos palcos, mas precisa se recuperar.

Alguns artistas se prontificaram a ajudar Marcos, inclusive, Tatá Werneck, que comentou no vídeo do ator ”Amor, DM”. A ex-BBB, Sarah Andrade e ator João Pedro Delfino, do SBT, também ofereceram apoio.

Continua após a publicidade

Guta Stresser revela briga com Pedro Cardoso: ‘esperando perdão até hoje’

Guta Stresser, famosa por interpretar a personagem Bebel em ‘A Grande Família’, da TV Globo, abriu o jogo sobre o desentendimento que teve com Pedro Cardoso, o intérprete de Agostinho Carrara, com quem ela fazia par romântico na série.

Em entrevista ao programa ‘Sensacional’, apresentado por Daniela Albuquerque, Guta conta que, mesmo após o fim do seriado, os dois nunca fizeram as pazes. A briga aconteceu em 2012, nos bastidores das gravações, após ela ter se recusado a gravar uma cena.

Eu estava irritada esse dia. Estávamos gravando uma cena bem complexa. Era um dia chuvoso e eu estava de [blusa de] alcinha. A diretora falou que queria fazer mais uma vez e eu: ‘Sério? Está bom, está chovendo e estou morrendo de frio”, começou a contar.

Em seguida, ela falou sobre como teve início a confusão com Pedro: “Ele disse algo como: ‘Não fala assim’ e eu: ‘Não se mete, estou falando com ela’. Para quê? Ele ficou muito bravo”, revelou ela, que ainda contou que dali em diante, o clima nunca mais foi o mesmo entre os dois.

“Logo em seguida foi péssimo. Ensaiava sem olhar [para ele]. Aí no ‘gravando’ eu fazia [olhando]. Mas os autores foram muito legais, escreveram uma separação para eles [personagens] e aí teve toda uma história da gente se separar”, disse.

Ela também entregou alguns detalhes das grosserias que ouvia da parte de seu colega de elenco: “Não tenho [mágoa], mas eu acho que me prejudicou. Para começar, foi muito maior do que precisava o tipo de desqualificação. Imagina falarem: ‘Você não é nada, só existe porque eu existo’, em alto e bom tom, para todo mundo ouvir”.

Os dois seguem brigados até hoje e ela lamenta o fato de nunca ter recebido um pedido de desculpas: “Me acusou de coisas que eu considero inverdades, injustas. Estou esperando [o pedido de perdão] até hoje. Hoje em dia para trabalhar com ele, só ganhando o dobro, afirmou Guta Stresser.