Fechar

EXCLUSIVO BBB22: Família de brother dá trabalho para a produção do programa

Parentes de Paulo André declinam todos sos convites para entrevistas e participações em programas da casa

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Esta humilde colunista soube que a produção do ‘BBB 22’ está cortando um dobrado com a família de Paulo André. Ninguém sabe nem entende o motivo dos parentes do brother recusarem, educadamente diga-se de passagem, todos os tipos de entrevistas para os sites ou qualquer participação nos programa da casa. As fotos para o quarto do Líder e os vídeos do recado do Anjo são as únicas coisas que eles cooperaram até por que são clásulas obrigatórias assinadas no contrato de cada participante.

Mas não é só isso. Até os amigos próximos de PA não podem dar entrevistas contando qualquer curiosidade relacionadas ao atleta velocista como traços da personalidade ou lances engraçados de convivência. A família proíbe todo mundo e ainda diz que está cumprindo ordem, mas não diz o nome do autor da ‘determinação’.

O quarteto desta coluna já tentou falar várias vezes com o irmão de Paulo André, Matheus Camilo, por mensagens diretas nas redes sociais e emails e não obteve resposta. O empresário de brother, Basílio Emídio de Morais Junior, também não responde as nossas solicitações nem dos coleguinhas de profissão em um aplicativo de troca de conversas no celular deixando todo mundo comendo poeira na pista.

Affair com sister na casa

Continua após a publicidade

Vale lembrar que Paulo André nunca escondeu que gostou de ter ficado com Jade Picon dentro da casa do ‘BBB 22’ e até no último ‘Jogo da Discórdia’ assumiu que sente falta da sister. Recentemente, em conversa com seus aliados no jogo, ele deu a entender que um possível romance fora do jogo poderia ser uma consequência do encontro que os dois combinaram ter assim que o programa acabasse.

“Se estiver tudo certo, independente de qualquer coisa, se ficar com ela ou não, eu gostei da vibe dela. Combinamos eu e Pedro de dar rolê, e ela falou: ‘vamos e tal’. Não precisa ser um encontro para ficar, tá ligado? É só vibe e resenha”, pontuou Paulo André.

“Uma parada que me amarrei muito nela é que a gente não tinha necessidade de beijar na boca para ter uma vibe legal. A gente deve ter se beijado menos de dez vezes aqui no programa”, continuou Paulo André que achou graça da torcida de Scooby e Gustavo para que o romance vingue fora do jogo.