Fechar
resgatando as raízes

Bianca Monteiro, rainha da Portela, participa de festival indiano de Vedanta e Autoconhecimento

Bianca foi a apresentadora do festival e ministrou uma oficina sobre samba

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Nem só de carnaval vive o samba. Ele também pode ser um instrumento precioso de autoconhecimento no dia a dia. A Rainha de Bateria da Portela, Bianca Monteiro, participou do primeiro festival Indiano de Vedanta e Autoconhecimento, que aconteceu em Itaipava, no Rio de Janeiro, entre os dias 19 a 22 de maio.

Evento esse que visou unir os povos originários (Indígenas, africanos e Indianos) para falar de um tema que todos têm em comum: a espiritualidade. Bianca foi a apresentadora do festival e ministrou uma oficina sobre samba, cultura e ancestralidade no dia 21, dedicado às matrizes africanas.

“Não conseguimos voltar ao passado e viver da mesma forma dos que vieram antes, mas podemos cantar, dançar, sorrir, festejar e cultuar da mesma forma. O samba é sobre invocar e trazer a nossa herança ancestral. É uma filosofia de vida. Nele, descubro de onde vim e quem eu sou. Foi uma experiência incrível participar desse evento e poder trazer a cultura da Portela para novos espaços. Gostaria de agradecer ao professor de Vedanta Jonas Masetti por poder fazer parte desse evento tão incrível. Que seja o primeiro de muitos”, declarou Bianca Monteiro.

Continua após a publicidade

Tags Relacionadas: