Fechar
afastada das redes

Camilla de Lucas desabafa sobre o ônus da fama: ‘tudo me chamam de militante’

Ex-BBB confessa que começou a ficar desgostosa do trabalho como influenciadora digital

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Em um longo desabafo no Instagram, Camilla de Lucas esclareceu o motivo pelo qual se afastou dos stories do Instagram desde que deixou o ‘BBB 21’. Ela, que antes costumava aparecer com frequência na plataforma, mostrando seu dia a dia e gravando vídeos de humor, disse que abriu mão de se expor por medo de julgamentos.

“Sempre fui uma pessoa ativa e brincalhona nos stories, mas eu sumi da internet, dos stories, porque eu fiquei com medo. Estava com medo de tudo que eu falasse saísse nas páginas, porque eu estava com medo dos comentários das páginas (de fofocas). Eu não queria falar porque eu ficava com medo de o que eu falasse virasse notícia e as pessoas me atacassem. Olha que doideira”, começa ela.

A ex-BBB ainda se queixou de ser taxada como ‘militante’ por qualquer coisa que ela possa expor sua opinião. “Eu percebo que qualquer coisa que eu fale, que vira notícia, as pessoas dizem: militante. Coisa boba. Qualquer opinião de pessoas negras chamam logo de militante. E aí eu me afastei da internet por isso. Fui perdendo o brilho de compartilhar as coisas porque fiquei com medo das pessoas”.

Após começar a ser rotulada como ‘militante’, Camilla começou a ficar desgostosa do trabalho como influenciadora digital. “Comecei a entrar em um looping que eu não queria mais fazer os vídeos de humor que vocês viam aqui no meu Instagram. Eu não sentia mais vontade de fazer e de aparecer nos stories, por medo das pessoas comentarem coisas ruins sobre mim. Tudo que eu falava as pessoas me chamavam de militante. Às vezes nem era nada sobre racismo e as pessoas me chamavam de militante. Não tive mais vontade de falar com ninguém na internet”, admite.

Continua após a publicidade

“Comecei a colocar na ponta do lápis se isso de trabalhar com a internet me faz feliz, porque faz parte as pessoas falarem da sua vida. O que eu mais amo é produzir conteúdo, mas esse outro lado da exposição não é algo que me faz tão feliz assim. Não passei por nenhum momento de depressão ou ansiedade nem nada. Eu sou uma pessoa muito feliz e consigo entender onde eu busco minha felicidade”, diz a influencer.