Fechar
Um grande susto

Cantor quase morre com vazamento de gás usado em shows

PK conta que um cilindro de gás carbônico vazou no ônibus da equipe que viajava para Itaúnas, no Espírito Santo, e que ele chegou a desmaiar

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

O cantor PK usou as redes sociais nesta segunda-feira (3) para contar o drama que passou durante uma viagem para Itaúnas, no Espírito Santo, e que até desmaiou por conta do vazamento de gás carbônico no ônibus de sua banda. O cantor assumiu que levava cilindros do composto químico para serem usados nos shows, só que um deles vazou, espalhou pelo veículo e quase causou uma tragédia.

“Este ano eu quebrei o recorde. Em dois dias, já quase morri”, começou PK. “Nós estávamos viajando com quatro cilindros de CO2 (gás carbônico), que usamos nos shows, e um deles, lacrado, começou a vazar dentro do bagageiro do ônibus. O meu quarto, que estava fechado, fica em cima desse bagageiro e aí começou a empestear o ônibus todo. O piloto poderia ter adormecido e ter acontecido uma tragédia maior. Fiquei desmaiado lá dentro até me tirarem. Eu fiquei muito tempo lá dentro”, completou.

PK lembrou que foi uma funcionária, chamada Carol, a responsável por evitar uma tragédia. “Ela percebeu o que estava acontecendo e começou a gritar, a chamar a atenção das pessoas. Eu ainda estava completamente desnorteado com tudo que aconteceu quando saí de dentro do ônibus, mas graças a Deus recebi esse livramento, eu e toda a minha equipe”, explicou.

O cantor ainda agradeceu os comentários carinhosos que recebeu dos fãs e seguidores. “Muito obrigado a todos vocês que estão mandando mensagem. Primeiramente agradecer a Deus por esse livramento, essa salvação. Sem ele nada seria possível, então é isso, muita fé”. 

Continua após a publicidade
Post do cantor PK/Reprodução
PK conta o drama em ônibus da equipe/Reprodução

Tags Relacionadas: