Fechar
DEU O QUE FALAR

Cozinheira serve apresentadora do “É De Casa”e web aponta racismo

Pedido de Talitha Morete para Silene levantou um debate na internet sobre preconceito racial

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Um trecho do programa “É De Casa”, da TV Globo, exibido no último sábado (11), está dando o que falar na web. É porque em um determinado momento da atração, Talitha Morete, uma das apresentadoras da atração, pediu a uma cozinheira negra para servir cocada para os demais presentes. 

Silene vende o doce no salão de beleza que Thalita frequenta no Rio de Janeiro. “A dona da cocada vai fazer as honras da casa. Vai servir todo mundo, Silene! Por favor, pode oferecer porque está todo mundo querendo a sua casa”, pediu Talitha.

Ao receber a travessa de cocadas das mãos de Talitha, a moradora da Cidade de Deus entregou um dos doces a ela. Foi então quando Manoel Soares, que é engajado na luta contra o racismo, aparentemente se incomoda com a cena e passa a servir os doces. 

“Vamos fazer o seguinte? Eu vou ser o seu garçom e você vai me orientar para quem eu vou servir, porque você não vai servir ninguém”, falou o apresentador da atração.

Continua após a publicidade

O episódio levantou nas redes sociais o debate sobre racismo estrutural, já que a apresentadora pode ter o reproduzido. “Aula de como lidar com o racismo estrutural. Parabéns, Manoel Soares”, escreveu um twitteiro.

“Putz cara, disse tudo, isso está tão introjetado e normalizado na sociedade que não apenas atualmente ou a alguns anos atrás passaria batido como algo normal com a conclusão, ‘sempre foi assim'”, comentou outro. 

“O episódio do programa “É de casa” só confirma que, diariamente, recebemos mensagens de supremacia branca. Não é só racismo. É uma clara mensagem de que o papel dos negros é servir os brancos. Tem que chamar de supremacia branca pra focar na atitude dos brancos”, aponta um terceiro.