Fechar
deu ruim

Dado Dolabella é detido com drogas

Ator está morando atualmente na Chapada dos Veadeiros, onde foi abordado por policiais militares

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Morando na Chapada dos Veadeiros, em Goiás, desde fevereiro deste ano, Dado Dolabella foi detido por policiais militares de São João D’Aliança, em Alto Paraíso, sob acusação de porte ilegal de drogas.

Segundo informações do Portal Metrópoles, o ator circulava por uma das ruas da cidade turística no momento em que foi abordado pela PM. Os militares encontraram 12 gramas de maconha com ele.

Após o flagrante, Dado Dolabella precisou assinar um Termo Circunstanciado, procedimento relacionado a crimes de menor potencial ofensivo, feito pela própria PM, e acabou sendo liberado ao se comprometer de comparecer em audiência, quando intimado pela Justiça.

A maconha que o ator transportava em um saco plástico foi enviada para perícia na Polícia Civil. Ainda de acordo com a publicação, esta não é a primeira vez que Dolabella fica encrencado com a polícia local.

Continua após a publicidade

Ele já procurou a Polícia Civil para registrar um boletim de ocorrência, alegando ter sido agredido. Em seu depoimento, o ator narrou que recebeu uma paulada nas costas quando estava em uma praça da cidade. Ele disse ainda não ter conseguido identificar seu agressor.

Mudança para Goiás

Dado Dolabella começou a morar na Chapa dos Veadeiros após uma viagem à cidade, em dezembro de 2021. Na ocasião, ele havia marcado presença no local para um workshop de imersão no tantra. Ele acabou se encantando pela cidade, que é rodeada de natureza e é cercada por cachoeiras.

Através de suas redes sociais, o ator chegou a justificar seus motivos para ter se mudado de São Paulo. “Não me sentia mais fluindo em uma selva de pedra, onde o ritmo frenético é ditado pelo capital. Precisava de mais vida para estar mais vivo. Definitivamente”, contou ele.

“Na cidade grande, jamais tive o privilégio do meu relógio biológico estar 100% sincronizado com o da natureza. Acordar com o show das araras, dos periquitos, dos passarinhos, dos tucanos fluindo ao som das águas, às 5h30, para contemplar toda beleza e o esplendor que é o nascer de um novo dia. Poder beber a água que sai de qualquer torneira. Sem medo. Sabendo que está se nutrindo de pura vida, sem flúor, cloro, alumínio e vários outros metais pesados. Todo dia. Não tem preço”, completou o artista.