Fechar
desabafo emocionante

Debilitado em hospital, Tonico Pereira homenageia Milton Gonçalves e lamenta briga

‘Infelizmente, a política sindical nos afastou’, comenta o ator

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Mesmo internado em um hospital, Tonico Pereira apareceu em seu Instagram para mandar um recado e prestar homenagem a Milton Gonçalves, que morreu nesta segunda-feira (30), em decorrência de complicações causadas por um AVC.

No vídeo, Tonico relembrou a briga que teve com Milton, por conta de divergência na eleição para a presidência do Sindicato dos Artistas do Rio de Janeiro. O veterano, inclusive, lamentou que tenha se afastado de Milton por conta de briga política

“Desde os primórdios da minha vida profissional na TV, no caso, na TV Globo, fomos amigos. Amigos mesmo! Infelizmente, a política sindical nos afastou, mas no fundo não deixamos de ser amigos. E mais no fundo ainda eu nunca deixei de admirá-lo como ator. Um abraço, Milton”, disse o artista.

O velório de Milton Gonçalves, aberto ao público, foi realizado no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, a partir das 09:30 desta terça-feira (31). Em nota, a família do artista informou que, após a despedida no Theatro Municipal, o corpo de Milton seguiria para o Crematório e Cemitério da Penitência, onde será realizada uma cerimônia de despedida restrita aos familiares na Capela Ecumênica 1. A cremação está prevista para acontecer às 15h15.

Continua após a publicidade

Milton Gonçalves x Paulo Betti

Tonico Pereira não foi o único a brigar com Milton Gonçalves por causa de política sindical. Paulo Betti também chegou a enfrentar um impasse com o falecido ator e briga dos dois, inclusive, foi parar na Justiça.

Milton acusou Paulo Betti de racismo e processou seu então colega de emissora. No entanto, a ação foi encerrada e arquivada e tudo ficou resolvido entre ambas as partes. Na Justiça, Milton pediu que Betti se explicasse sobre sua declaração durante disputa pela presidência do Sated (Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculo de Diversões do Estado do Rio de Janeiro).

Paulo Betti era integrante da chapa que concorria contra Milton Gonçalves pela disputa da presidência do Sated. A chapa de Milton acabou levando a melhor na eleição. Mas o mal-estar entre os dois começou após Paulo ter publicaco em um grupo de Whatsapp o seguinte comentáro.

“A atual diretoria do sindicato está lá há muito tempo e tem uma forte representação negra com Jorge Coutinho e o grande Milton Gonçalves, além do querido Cosme. Isso complica bastante a luta, pois pode confundir as coisas”, disse o ator.

Milton Gonçalves então processou o colega, alegando que a fala do ator acarreta interpretação “imprópria e infeliz” e que a mesma fazia “distinção entre negros e brancos”, afirmou. Paulo Betti chegou a se defender da acusação de racismo: “É uma acusação muito grave. Eu não sou racista. Pelo menos até onde eu saiba, a minha história não diz isso, eu nunca me considerei”.