Fechar
Treta

Deolane Bezerra tem fala racista e demonstra falta de conhecimento

Advogada e viúva de MC Kevin se mete em uma confusão com a influenciadora Rainha Matos e erra feio em seus argumentos

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Esta humilde colunista jura que estava sentindo falta de um barraco na festa de três dias do aniversário da influenciadora Gkay, em Fortaleza. E ele aconteceu justamente aos 45 do segundo tempo, protagonizado por Deolane Bezerra e Rainha Matos, dona de um famoso perfil de repostagem de fofocas nas redes sociais. As duas bateram boca feio e, na manhã desta quarta-feira (8), a viúva de MC Kevin voltou a detonar a influenciadora. Mas a doutora estourada teve uma fala racista e demonstrou sua falta de conhecimento à história do Brasil.

“A rainha se manifestou. Ela disse que não gosta de baixaria. Como assim, gente? Ela, que está acostumada a ‘denegrir’ a imagem do outro, falar mal do outro e só planta maldades. Cheguei perto dela e ela veio dando risadas, achando que eu iria cumprimentar na mão. Ah… bebê! E outra coisa: Doutora por excelência, como nome nos quadros da OAB, é doutora por excelência e vai reclamar com Deus, vai reclamar com Dom Pedro que nos concedeu o título. Bacharel em Direito é doutor por excelência. Rainha? Cadê a família real? Você está em que país? Aqui, nós temos presidente. Ajuda. Não é acostumada com baixaria? Eu sou acostumada com baixaria. A doutora é isso”, disse, em um vídeo que circula na internet.

Como bacharel em Direito e o nome no quadro da Ordem dos Advogados do Brasil, Deolane deveria saber que não se usa o termo ‘denegrir’. Se ela não sabe, a gente explica, afinal, nunca é tarde para aprender. Vamos lá: o real significado dessa palavra é ‘tornar negro’, mas ela é utilizada como sinônimo de difamação. Portanto, a palavra “denegrir” é considerada racista, pois associa o negro a algo pejorativo. Você pode substituir o termo por “difamar”.

Como bacharel em Direito e o nome no quadro da Ordem dos Advogados do Brasil, Deolane também deveria saber que nós temos uma família real mesmo em um regime presidencialista. Em muitos países do mundo que já foram regidos por monarquias, este é um costume muito comum: os descendentes dos antigos monarcas insistem em manter seus títulos. Chegam a listar quem seria o rei hoje, e qual é a linha sucessória com os nomes dos candidatos a assumirem o trono inexistente depois de sua morte.

Continua após a publicidade

O bisneto da Princesa Isabel, dom Luiz de Orleans e Bragança é o chefe da Casa Imperial do Brasil e primeiro na linha de sucessão do trono. O resto é balela.

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff