Fechar

EXCLUSIVO ‘Desculpas’ de Samantha Schmütz foram sinceras? Analista comportamental responde

Ricardo Ventura analisou as falas da atriz e explicou para esta coluna o que percebeu

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Após longos dias de polêmicas e deboches, Samantha Schmütz resolveu ir para as redes sociais dar uma choradinha e pedir perdão para a ex-BBB Juliette Freire. Depois de menosprezar a cantora e influenciadora, questionando se ela é uma artista, a atriz assumiu que fez um comentário infeliz. Mas os pedidos de desculpas da humorista, não convenceu à todos. Por isso, esta colunista decidiu falar com quem entende do assunto: o psicanalista e cientista comportamental, Ricardo Ventura.

Ricardo é conhecido por analisar casos de grande repercussão na mídia, com base na linguagem silenciosa. O seu canal no YouTube ‘Não Minta Pra Mim’, já ultrapassou a marca de um milhão de seguidores. Pois bem, o psicanalista analisou as expressões de Samantha Schmutz, ao longo de todo seu discurso. De acordo com ele, foi possível identificar que, apesar da atriz estar chorando, não há tristeza. “Eu achei ela bem ‘flat’, ou seja, há pouquíssimas variações emocionais. Não há picos de tristeza, mas sim de raiva”, explicou.

Ventura esclareceu que o discurso da humorista teve mais a ver com um desabafo, do que com um pedido de perdão. “A declaração real é: ‘tô puta porque artista não sabe se ‘vender’ para algoritmo e hoje, os artistas mudaram. Eles não saem do teatro, mas sim das redes sociais’. É mais um desabafo que um pedido de desculpas”, disse ele.

O cientista comportamental continuou explicando o que percebeu nos vídeos. “Ela pediu desculpa por ter usado a Juliette como exemplo, mas ela continua achando que não é justo, que artista não é consagrado, badalado, reconhecido por ser artista. E hoje as pessoas são badaladas, certificadas, chanceladas por estarem na rede social e saberem fazer. Ou seja, talvez o que chamamos de ‘categoria de artistas’ mudou”.

Continua após a publicidade

Ricardo Ventura ainda foi além. Ele contou que outros artistas também pensam igual Samantha Schmütz, por não saberem lidar com as mudanças no significado de ‘artista’. “O Dan Stulbach disse a mesma coisa um tempo atrás. Ele tava num podcast, que acho que nem grande é, e acho que esse é o grande drama deles. ‘Ah, a molecada não me conhece mais, não conhece os grandes atores do teatro, mas conhecem os influencers, youtubers’. Então, eles estão putos com isso, né?”, indagou.

Ele continuou: “Na ‘classe artística’, a coroa mudou de lugar. Antes, quem fazia teatro e cinema era consagrado, ouvido, entrevistado. Hoje não, hoje você pega os grandes youtubers, instagrammers, tiktokers pra serem ouvidos. As pessoas têm curiosidades mais nesse público. E perder o louro do Monte Olimpo dói, né? Aí, uma hora estoura. Eles não sabem lidar com algoritmo, com rede social”.

O dono do canal ‘Não Minta Pra Mim’ finalizou o papo com esta colunista, reforçando que a opinião de Samantha Schmütz não mudou. “Nem é culpa dela, ela ter materializado a indignação. Tipo: ‘cara, desculpa, eu não devia ter usado a Juliette, mas eu continuo achando a mesma coisa’”, terminou.

Pronunciamento de Samantha Schmütz

Após ser atacada por todos os lados, Samantha Schmütz se pronunciou nos stories do Instagram, nesta quarta-feira (18). “Eu gostaria de ter vindo antes, mas eu precisei refletir, digerir, chorar, entender que realmente meu comentário foi super infeliz, carregado de ódio, de mágoa, de falta de empatia com uma pessoa que só faz o bem para o Brasil”, começou dizendo a atriz.

Ela continuou: “Tem pouquíssimo tempo de carreira de artista sim, porque tá cantando, tá fazendo show, tá lutando, tem seus fãs e eu fiz esse comentário totalmente desnecessário, descabido e estou super triste. Eu aprendi, pode ter certeza, com isso. Eu fiz esse comentário porque em algum lugar me tocou. Tá muita confusão hoje em dia na nossa indústria, na nossa profissão. Celebridade, famoso, tá tudo misturado, vira ator, vira atriz, vira artista e eu não sei. Eu joguei essa minha frustração na Juliette. É muito difícil ser artista independente, se você não tem a máquina te ajudando e te fortalecendo”, relatou a atriz.

Samantha Schmütz também contou que assim que publicou o comentário, apagou. Porém, foi tempo o suficiente para que muitas pessoas vissem. “Os artistas são massacrados. Eu vejo milhões de amigos meus tendo que desistir por conta disso, porque não têm a ajuda do algoritmo. Essa revolta toda me explodiu naquele segundo ali e eu falei ‘não é ela, o problema não é ela, então apaga’. Eu apaguei, ficou uns 40 segundos, mas foi suficiente”.

Em seguida, a humorista se desculpou: “Eu acho precisava disso para aprender e eu tô aqui para pedir realmente desculpas a Juliette, aos fãs dela, a quem eu magoei. Mas pode ter certeza que a pessoa mais magoada, mais ferida, mais atingida com essa história, sou eu. E em um momento que não tem nada a ver eu estar sentindo isso, porque eu estou em Cannes justamente pra estudar, pra levar mais qualidade ao meu público que vai me assistir, que lota os cinemas pra me ver. Não tem porque eu fazer esse tipo de comentário”.

Samantha Schmütz finalizou: “A Juliette usa maravilhosamente bem as redes dela, lutando por causas que são as minhas causas também. uma pessoa que está há pouco tempo na mídia e já ajuda o Brasil pra caramba, então não tem porque eu fazer esse comentário que magoou ela e os fãs. Espero que você me perdoe, Juliette, e que me dê essa oportunidade de aprender. Obrigada”, encerrou.