Fechar

EXCLUSIVO Destronada, Gracyanne Barbosa recebe convites para ser rainha

‘Fiquei feliz, porém não conversei com nenhuma’, garante a musa fitness

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Após confirmar que foi ‘retirada’ do posto de rainha de bateria da União da Ilha do Governador, escola do grupo especial do Rio, Gracyanne Barbosa já começou a ser disputada por outras agremiações para voltar a reinar à frente de uma bateria, na Sapucaí. Em conversa com a coluna, a musa fitness confirma que foi sondada por outras escolas. 

“Sim, algumas entraram em contato. Fiquei feliz, porém não conversei com nenhuma. Acho que teria pouco tempo para criar um vínculo bacana. Já estamos em dezembro e eu realmente gosto de fazer um trabalho antes. Outros postos (dentro da escola) não têm tanta responsabilidade como vir à frente da bateria”, conta.

Quando perguntada sobre quais agremiações a procuraram, Gracyanne deu uma aula de ética e honestidade. “Não acho ético (falar), desculpa. Isso criaria um desconforto com as rainhas. E também foi um dos motivos de eu não aceitar conversar, porque eu só aceito conversa quando a escola ainda não tem uma rainha”, afirma a também empresária, que irá marcar presença no Carnaval 2022 como musa de um camarote na Sapucaí. 

Gracyanne deixou o público surpreso ao contar, através das redes sociais, que sua saída da União da Ilha não foi em comum acordo. “Me tiraram”, escreveu ela, que ainda usou figurinhas de notas de dinheiro, mostrando que seu desligamento teve a ver com interesses financeiros da escola em questão. Segundo Gracyanne contou em entrevista à Revista Quem, o posto de rainha da agremiação foi vendido e ela ficou sabendo que foi destronada por meio de uma publicação na rede social da escola. 

Continua após a publicidade