Fechar

EXCLUSIVO Dois seguranças da família Marinho são mortos

Eles estavam dentro do carro próximo a uma casa de festas quando sofreram um ataque de bandidos

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Dois seguranças que faziam a escolta de um dos herdeiros da família Marinho, dona do Grupo Globo, em uma casa de festa no Alto da Boa Vista na madrugada deste sábado (11), morreram após uma possível tentativa de assalto.

Eduardo Paiva de Queiroz e Willians Pereira da Silva estavam dentro um automóvel Jeep Compass, quando foram alvejados por vários tiros feitos por três bandidos, que na fuga ainda trocaram disparos com uma viatura policial. Essa mesma viatura chegou a socorrer os feridos, mas eles já estavam mortos ao entrarem no Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca.

A coluna soube que eram três homens na escolta de segurança da família Marinho e que um deles conseguiu escapar do ataque ao saltar do carro. A polícia trabalha a princípio com a hipótese de tentativa de assalto, mas não descarta outras linhas de investigações.

A coluna entrou em contato com a assessoria da Polícia, que enviou o seguinte comunicado: “A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) instaurou inquérito para apurar as mortes do policial civil Eduardo Paiva de Queiroz, e de Willians Pereira da Silva. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) do Centro. Diligências seguem em busca de informações que ajudem a identificar a autoria do crime e esclarecer o caso”.

Continua após a publicidade

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff

Tags Relacionadas: