falou!

Dona da marca ‘Patroas’ diz que Marília Mendonça lhe deu razão sobre processo

Daisy Soares entrou com um processo na justiça e conseguiu impedir que Maiara e Maraísa utilizem o nome

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Daisy Soares, vocalista da banda ‘A Patroa’, revelou mais alguns detalhes da briga pela marca ‘Patroas’ com as cantoras Maiara e Maraísa. Em entrevista ao ‘Domingo Espetacular’, a baiana contou sobre uma conversa com a dupla sertaneja e com Marília Mendonça, dias antes do trágico acidente com a ‘Rainha da Sofrência’.

Daisy Soares falou que, uma reunião foi marcada entre as cantores e que, desde o começo das conversas, Marília se mostrou muito aberta a situação e lhe deu razão: “Falou que era incontestável o nosso direito à marca. Ela reconhecia, ela me deu razão. Maiara e Maraísa falava muito de legado, que queriam construir um legado, mostrar isso pro Brasil, que isso é algo muito importante”, contou.

Ainda na entrevista, Daisy disse que só quer dar continuidade ao seu trabalho. “Eu tive o meu trabalho prejudicado. Estava quieta, não estava fazendo nada. Estava só fazendo meu trabalho, da minha forma e cantando o meu forró”, afirmou.

A vocalista da banda ‘A Patroa’ completou: “Como eu vou competir? Como vou dizer agora que eu sou ‘A Patroa’? Eu que registrei, o nome é meu projeto. É direito meu reivindicar o que eu consegui registrar. A gente existia desde 2013”.

Desde que tomou conhecimento do projeto iniciado por Maiara, Maraísa e Marília Mendonça, Daisy Soares entrou com um processo na Justiça. Recentemente, ela conseguiu impedir que a dupla e a Workshow, escritório que gerencia a carreira das sertanejas, utilizassem o nome ‘As Patroas’. Através de uma liminar, a cantora de forró provou que é proprietária da marca, com registro definitivo no INPI desde 2017.

Caso a decisão não seja cumprida, uma multa de R$ 100 mil deverá ser paga por utilização.

Maiara e Maraisa adotam estratégia

Após a decisão judicial, as gêmeas Maiara e Maraísa adotaram uma estratégia para não precisar deixar perderem a essência do projeto ‘Patroas’, que contava com a participação de Marília Mendonça, que morreu no fim do ano passado, vítima de um acidente aéreo.

As sertanejas modificaram o nome de todos os produtos comercializados até então com o nome ‘Patroas’ para ‘Festa das Patroas’, incluindo o álbum das gêmeas, que foi lançado em parceria com Marília Mendonça, em 2020, e batizado com este nome.

No Twitter, Maraisa comentou sobre a mudança e fez questão que a história com Marília jamais será apagada ou perdida: “A história já está feita”, escreveu ela, utilizando um coração branco da paz.