Fechar
Revelação

‘Ele toma lexotan para cantar’, revela Toquinho sobre Chico Buarque

Cantor e compositor conta que amigo não gosta dos palcos e que os dois continuam próximos: ‘sei que se eu precisar, ele vai estar lá, e vice-versa’

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

O cantor e compositor Toquinho revelou algumas curiosidades sobre outro grande nome da música brasileira durante uma entrevista nesta segunda-feira (20). Ao ser questionado sobre como anda a sua proximidade com Chico Buarque, ele afirmou que a amizade continua, graças à distância. “Nossa amizade é protegida pela distância, porque não tem atritos. Então, quando a gente se encontra, é sempre bom”.

Mas, para Toquinho, há outro fator que fez com que a vida dos dois artistas seguisse vias distintas: o ideal de profissão. O cantor revelou que, diferente dele, Chico odeia estar nos palcos. “No trabalho, ele não é aquela pessoa que gosta de fazer show, de viajar, de fazer disco. Ele faz um disco a cada seis ou sete anos, e escreve um livro. E eu sou um artista que gosta do palco e não paro de fazer shows. Exatamente o contrário do Chico. O Chico odeia palco”, contou para o Venus Podcast.

Toquinho ainda relembrou uma passagem ao lado do amigo, em um show realizado em Milão, na Itália, em que Chico faria uma rápida participação de quatro músicas. Contudo, um pouco antes do show iniciar, o cantor estaria aflito por ter esquecido seus calmantes no hotel, medicação que tomava antes de subir aos palcos. “O Chico tomava calmante para entrar no palco. Ele toma lexotan para cantar quatro músicas. Então você acha que ele adora palco? Não”, afirmou.

Mesmo com as diferenças, Toquinho garante que a cumplicidade entre os dois permanece, e que Chico é alguém com quem sempre poderá contar. “A disponibilidade da amizade é a mesma. Eu sei que se eu precisar, ele vai estar lá, e vice-versa”.

Continua após a publicidade

Tags Relacionadas: