lutando pela vida

Esposa de Juliano Cazarré faz novo desabafo sobre dias com a filha caçula no hospital

Maria Guilhermina, de um mês, nasceu com uma cardiopatia congênita rara, chamada Anomalia de Ebstein

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Letícia Cazarré, esposa do ator Juliano Cazarré, voltou a desabafar sobre os dias que tem passado com a filha Maria Guilhermina, de um mês, no hospital. Em uma publicação no Instagram, ela relembrou os dias de isolamento que passou com a bebê e refletiu sobre como tem sido os últimos dias. A pequena veio ao mundo no dia 21 de junho com uma cardiopatia congênita rara, chamada Anomalia de Ebstein, e precisou passar por uma intervenção cirúrgica imediata. Desde então, ela está no hospital se recuperando.

“Nosso quarto no hospital é bem escuro, raramente entra um pouco de sol, filtrado pela janela de vidro jateado, de onde não se vê o céu. Logo que descemos da UTI para o andar da internação, ficamos cinco dias sem sair de dentro do quarto, porque nesses tempos de covid e bronquiolite, todas as mães de cardiopatas têm medo de expor seus bebês e voltar pra UTI de uma hora pra outra… No quinto dia me bateu uma tristeza tão grande que estranhei: nem nos momentos mais difíceis da UTI eu tinha entristecido”, começou escrevendo.

Letícia Cazarré continuou: “Percebi que o problema era a falta de sol e de ar livre. E que minha pequena Mª Guilhermina também precisava disso, já que ia completar um mês e nunca tinha tomado um banho de sol! Conversando com a equipe, todos concordam e logo foi aberta uma área externa que já estava fechada há dois anos por causa da pandemia”.

Ela ainda comemorou o fato de os pais dos bebês internados terem um lugar para também fortalecerem a saúde. “Agora todas as mães, pais e bebês saem um pouquinho de manhã e à tarde, respiram aliviados, fortalecem a saúde e voltam recarregados para as suas rotinas de exames, remédios e repouso. E assim, voltamos ao bom humor de sempre, graças a Deus e ao bendito Sol de cada dia”, finalizou.

No último dia 21, Letícia Cazarré também fez um desabafo emocionante ao falar sobre o primeiro mês de vida da filha caçula. “Um mês no hospital. Um mês! A maior parte dele, dentro de uma UTI neonatal. Nunca imaginei passar por isso. E, contudo, aqui estou. Ou melhor, estamos. Maria Guilhermina tem sido minha companhia, meu norte, meu maior exemplo. Foi ela, e não eu, quem ficou com a pior parte desta jornada”, disse.

Letícia e Juliano Cazarré ainda são pais de outras quatro crianças: Vicente, Inácio, Gaspar e Maria Madalena.